Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Depois daquela viagem vira peça

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário do Grande ABC

09/10/2011 | 07:00


Ir ao teatro pode ser experiência muito mais interessante do que simplesmente uma opção de lazer. Depois Daquela Viagem, em cartaz até dia 20 no Sesc Consolação, em São Paulo, deve mexer com o público, assim como fez o livro cujo espetáculo é baseado.

A trama acompanha a história real da jornalista e escritora Valéria Polizzi, 40 anos, há 24 soropositiva. Ela contraiu o vírus da Aids aos 16 com o primeiro namorado e, desde então, toma dezenas de remédios, faz exames regulares e sofre com os efeitos causados pelos medicamentos, mas segue ensinando e falando sobre o assunto para alertar a galera.

No teatro, Valéria é interpretada por três atrizes, que representam diferentes fases da vida dela. Quando a mais jovem, Daphne Bozaski, 19, passou no teste para integrar o elenco, não conhecia a Valéria. "Achei incrível. Comprei o livro e investiguei o que podia." O elenco participou de palestras com infectologistas e se surpreendeu ao saber que no fim da década de 1980, quando a personagem contraiu o vírus, acreditava-se que só homossexuais e prostitutas tinham a doença.

Daphne ficou impressionada com a relação de Valéria com os pais e de como, às vezes, ela tinha vontade de desistir de viver. "Não é fácil, é um controle diário. Mas, mesmo com tudo o que enfrentou, conseguiu." A atriz acredita ainda que, além de contar uma bela história, a peça serve de alerta. "A adolescência é o começo da liberdade. Um ato impensado pode resultar em consequências para toda a vida; por isso é preciso conversar e se cuidar."

ONDE - Depois Daquela Viagem fica em cartaz até dia 20, às quartas e quintas, às 15h e 20h, no Sesc Consolação (Rua Dr. Vila Nova, 245, tel.: 3234-3000). Os ingressos variam de R$ 2,50 a R$ 10. Recomendado para maiores de 13 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;