Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cracolândia: Santa Ifigênia tem bar saqueado após dispersão de usuários de drogas



06/07/2022 | 17:10


Um bar na Santa Ifigênia, região central de São Paulo, foi saqueado na madrugada desta quarta-feira, 6, após uma nova operação da Polícia Civil de São Paulo para dispersar o chamado "fluxo" da Cracolândia, que se concentrou nos últimos dias na Rua dos Gusmões. Ao todo, quatro suspeitos foram presos e autuados em flagrante por furto qualificado.

O estabelecimento atacado fica localizado na Rua dos Guaianases. "Nós sabemos que não existe uma quantidade suficiente de drogas sendo vendida no centro de São Paulo, está faltando drogas", disse o delegado Roberto Monteiro, da 1ª Seccional Centro. "É muito explicativo o fato de eles terem invadido um bar, por estarem justamente atrás de bebidas alcoólicas."

Para o delegado, não há relação direta entre o saque ao bar e operação realizada pela Polícia Civil, que começou por volta de 19h30 desta terça e se estendeu até 0h30 de quarta. Ele reforçou que não houve confronto durante a ação da Operação Caronte realizada na noite desta terça. "O que vejo é uma relação direta entre abstinência e a invasão do bar", disse ao Estadão.

O boletim da polícia aponta que, com o saque, foram furtados não só bebidas e maços de cigarro, como um televisor (avaliado em R$ 1.500) e outros pertences de valor do estabelecimento. Quatro suspeitos, descritos pela Polícia Civil como dependentes químicos, foram presos em flagrante e encaminhados ao 77º Distrito Policial (Santa Cecília).

Operação Caronte

Na noite desta terça-feira, 5, a Polícia Civil, sob a coordenação da 1ª Delegacia Seccional de Polícia (Centro), deflagrou a 16º etapa da fase V da Operação Caronte. A ação contou com a participação ativa da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e da Polícia Militar e teve como objetivo cumprir 28 mandados de prisão. Eles foram expedidos pelo Poder Judiciário a partir de trabalho de inteligência e investigação do 3º e 77º Distrito Policial.

A incursão visava ainda a prender em flagrante traficantes em atividade na Avenida Rio Branco e na Rua Guaianases. Cerca de 100 dependentes químicos integravam o fluxo nesses locais, informou o delegado Roberto Monteiro. O número é bem menor do que o mensurado no início do ano, quando o fluxo que migrou para a Praça Princesa Isabel era estimado em cerca de 500 pessoas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;