Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Captação líquida dos fundos despenca 97,1% no 1º semestre ante um ano, diz Anbima



06/07/2022 | 12:46


O primeiro semestre da indústria de fundos desafiou os gestores, sobretudo das classes multimercados e ações. As duas tiveram resgates líquidos (saldo negativo entre entrada e saída de recursos) importantes, totalizando R$ 111,3 bilhões.

Essa saída conjunta foi a alavanca para a forte queda de 97,1% na captação líquida da indústria de fundos brasileira no primeiro semestre deste ano ante mesmo período de 2021. Nos primeiros seis meses de 2022, a indústria teve saldo positivo entre captações e resgate de R$ 8 bilhões. No primeiro semestre do ano passado, haviam sido R$ 272,5 bilhões.

O patrimônio líquido chegou a R$ 7,2 trilhões em junho, o que representa uma alta de 6,8% ante junho de 2021.

Os fundos de renda fixa (RF) tiveram uma captação líquida de R$ 88,8 bilhões no primeiro semestre. Os fundos de ação (FIAs) tiveram resgate líquido de R$ 49,5 bilhões no mesmo período. Os multimercados sofreram resgate líquido de R$ 61,8 bilhões. E um outro destaque positivo, além da RF, foram os FIDCS, fundos de direitos creditórios, que tiveram captação líquida de R$ 31,6 bilhões no primeiro semestre

"O aumento da taxa de juros gera uma maior atratividade de produtos de renda fixa como os isentos de Imposto de Renda LCI, LCA, debêntures incentivadas, o que faz com que essa classe de ativos fique mais atrativa vis à vis que os fundos", afirmou Pedro Rudge, vice-presidente da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), em coletiva de imprensa.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;