Fechar
Publicidade

Domingo, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Mulher de Pedro Guimarães critica 'ataques' que buscam 'destruir' família



04/07/2022 | 21:08


Manuella Guimarães, mulher do ex-presidente da Caixa Econômica Pedro Guimarães, publicou uma foto ao lado do marido em uma rede social nesta segunda-feira, 4, e escreveu que as denúncias de assédio sexual e moral contra o executivo são "ataques deliberados e impiedosos" para "destruir" a sua família.

Pedro Guimarães pediu demissão da presidência do banco público após a repercussão de denúncias de assédio moral e sexual por funcionários da Caixa, reveladas pelo site Metrópoles. O executivo nega as acusações, que são investigadas pelo Ministério Público Federal.

"Sabíamos que na luta pelo Brasil haveria deslealdade, inveja, sordidez e falsidade. Sabíamos que seriam acompanhados de ataques deliberados e impiedosos com objetivo único de destruir nossa família", diz o texto, publicado no Instagram.

"Para muitos, minha guerra por um Brasil melhor começou em 2019 com o Pedro Presidente da Caixa Econômica Federal. Entretanto, começou em 2014 com o meu pai, Léo Pinheiro", continua a mensagem.

Manuella Guimarães faz referência ao ex-presidente da OAS José Adelmário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, delator do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Operação Lava Jato.

Esta é a primeira vez em que Manuella comenta o caso na rede social. Antes disso, ela chegou a participar de um evento ao lado do marido na quarta-feira, 29, um dia após as denúncias se tornarem públicas.

Pedro Guimarães respondeu "Eu te amo" e compartilhou a postagem em seu perfil no Instagram. A primeira-dama Michele Bolsonaro escreveu "querida", em apoio à Manuella. A estilista brasileira Martha Medeiros também comentou na postagem.

"Inveja mata! Vocês são amados, felizes e tem uma família linda que eu conheço de uma vida! Mas deus é maior e vocês estão blindados de todo o mal pelo senhor", escreveu a estilista.

Veja a íntegra do texto:

"Sabíamos que na luta pelo Brasil haveria deslealdade, inveja, sordidez e falsidade. Sabíamos que seriam acompanhados de ataques deliberados e impiedosos com objetivo único de destruir nossa família.

Para muitos, minha guerra por um Brasil melhor começou em 2019 com o Pedro Presidente da Caixa Econômica Federal. Entretanto começou em 2014 com o meu pai, Leo Pinheiro.

Lutamos armados com a verdade e somos protegidos pela fé.

Assim, diante de tantas mensagens de apoio, força e orações, não poderia deixar de dividir um pouco da minha vida com vocês. Bem-vindos."



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;