Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar sobe com China, Bônus europeus e risco fiscal no radar



04/07/2022 | 10:06


O dólar abriu em baixa no mercado local, em linha com a tendência no exterior em dia de feriado nos Estados Unidos, que reduz a liquidez global, enquanto as Bolsas na Europa, o euro, a libra e o petróleo se valorizam nesta manhã de segunda-feira, 4.

Logo após uma breve realização nos primeiros negócios, na esteira de alta de 1,65% na sexta-feira, a R$ 5,32, e dos ganhos de 10,15% em junho, a moda americana devolveu a queda intradia e passou a subir no mercado à vista. Os investidores ajustam posições de olho em lockdown na província chinesa de Anhui, na valorização dos bônus europeus, em meio à percepção de que os bancos centrais devem manter os planos de aperto monetário, embora indicadores recentes mais fracos na Europa e EUA possam servir de trava para elevações mais agressivas de juros, segundo economistas.

Outro foco de atenção local é a tramitação da PEC dos Benefícios na Câmara dos Deputados, após a aprovação pelo Senado na semana passada. "O mercado espera que a proposta tenha tramitação mais rápida que o comum, devendo ser aprovada antes do recesso", destaca a equipe da CM Capital. Há expectativas de eventual inclusão de novos benefícios e aumento do rombo fiscal, que até agora totaliza cerca de R$ R$ 41,2 bilhões fora do teto de gastos.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), assinou na última sexta-feira o despacho para juntar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que concede uma série de benefícios às vésperas da eleição com a PEC dos biocombustíveis, a fim de que a tramitação do pacote seja mais rápida. Lira vai se reunir hoje com líderes partidários para acertar os detalhes do texto.

Em entrevista ao Estadão/Broadcast, o deputado Danilo Forte (União Brasil-CE), escolhido relator da PEC, diz que vai negociar a inclusão de um auxílio-gasolina a motoristas de aplicativo, como o Uber. Além disso, Forte encomendou estudos jurídicos para determinar se há mesmo necessidade de decretar estado de emergência no País. O deputado lembrou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, havia dado um limite de R$ 50 bilhões para o pacote. Na visão dele, portanto, há margem para elevar o custo da PEC.

Por aqui, dados mostrando desaceleração da inflação foram monitorados mais cedo em meio a expectativas pelo IPCA de junho, que será divulgado na sexta-feira.

O IPC-Fipe de junho subiu 0,28%, desacelerando fortemente em relação ao ganho de 0,42% observado em maio, mas acima da taxa de 0,13% da terceira quadrissemana de junho, segundo dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O resultado de junho veio abaixo da mediana das estimativas de instituições de mercado consultadas pelo Projeções Broadcast, de 0,34%.

O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) desacelerou em quatro das sete capitais pesquisadas no fechamento de junho, na comparação com a terceira quadrissemana do mês, informou pela manhã a Fundação Getulio Vargas (FGV). Na mesma base, o índice cheio arrefeceu de 0,76% para 0,67%.

Na Europa, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da zona do euro saltou 36,3% em maio ante igual mês do ano passado, perdendo força ante o acréscimo anual de 37,2% observado em abril, segundo dados publicados pela Eurostat. É a primeira vez desde maio de 2020 que a taxa de inflação desacelera. O dado ficou abaixo das previsões (36,8%). Em relação a abril, o PPI avançou 0,7% em maio (projeção: 1,2%).

No radar dos investidores nos próximos dias ficam ainda a ata de política monetária do Federal Reserve (Fed, BC dos EUA), na quarta-feira, e do Banco Central Europeu, na quinta-feira, além do relatório de emprego dos EUA, o payroll de junho, na sexta-feira.

Às 9h36, o dólar à vista tinha alta de 0,14%, a R$ 5,3272. O dólar para agosto mostrava viés de baixa de 0,07%, a R$ 5,3680.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;