Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Pensando na população


Do Diário do Grande ABC

01/07/2022 | 23:59


Pode-se acusar Jair Bolsonaro (PL) de quase tudo – e é isso que a oposição, ávida para recuperar o poder a todo custo, tem feito diuturnamente –, menos de ter sido negligente com a crise socioeconômica que se seguiria à pandemia de Covid-19. Quando todas as autoridades só se preocupavam em trancar as pessoas em casa, como forma de evitar a proliferação do novo coronavírus, o presidente da República pregava, praticamente sozinho no deserto, que os efeitos das medidas, sem preocupação social, seriam, a médio prazo, tão devastadores para a população quanto as mortes causadas pela doença. Dito e feito.


No momento em que a Covid-19 parece estar sob controle, graças aos investimentos maciços do governo federal na compra de vacinas, o alerta de Bolsonaro começa a fazer todo o sentido. E, sem que ninguém nas demais esferas administrativas faça absolutamente nada além de culpar terceiros, coube novamente ao presidente da República puxar a responsabilidade para si e mandar para aprovação do Congresso pacote de iniciativas voltadas a amparar as parcelas mais prejudicadas da população.


Bolsonaro reservou R$ 41,25 bilhões do Orçamento, conforme o Diário publicou em sua edição de ontem, para proteger o Brasil. A aplicação deste dinheiro virá na forma de auxílio-gasolina a taxistas, bolsa-caminhoneiro, gratuidade a idosos nos transportes públicos, vale-gás, incentivo ao consumo de biocombustível e o Auxílio Brasil. Dado o cenário de terra arrasada deixada pela pandemia, só mesmo sendo muito insensível para questionar o trabalho da Presidência.


A necessidade de estimular programas sociais é tão evidente que até mesmo a oposição foi obrigada a votar favoravelmente ao chamado pacote de bondades de Bolsonaro. O placar final terminou em 67 a 1 – o único posicionamento contrário foi o do senador José Serra (PSDB). Espera-se, agora, que os deputados federais, pensando unicamente na população, tenham a mesma responsabilidade que os senadores e não demorem a referendar medidas tão necessárias. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;