Fechar
Publicidade

Domingo, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bahia protesta após polícia indiciar ataque ao ônibus como lesão corporal leve



01/07/2022 | 18:56


O Bahia mostrou total indignação com a Polícia Civil que indiciou os envolvidos no atentado ao ônibus do clube por lesão corporal leve e crime contra a incolumidade pública, na modalidade explosão. Nas redes sociais, o clube lembrou que o caso foi grave e quase cegou o goleiro Danilo Fernandes.

"Atenção, Brasil: sabe o atentado ao nosso ônibus, que quase cegou Danilo Fernandes e poderia ter matado pessoas? Após 4 meses de inquérito e promessa de rigor das autoridades, a Polícia da Bahia encerrou o caso como LESÃO CORPORAL LEVE. Quando morrer alguém, não adiantará lamentar", disse o clube em nota.

Quatro pessoas foram indiciadas pelo ataque. São eles: Marcelino Ferreira Barreto Neto, Hugo Oliveira da Silva Santos, Marcelo Reis dos Santos Júnior e Janderson Santa Bispo, todos membros da torcida Bamor, o último, inclusive, teria sido o responsável por atirar o artefato explosivo.

O presidente da organizada e proprietário de um dos carros envolvidos no atentado chegou a ser ouvido, mas foi liberado. Os demais respondem em liberdade. A delegada Francineide Moura, que acompanhava o caso, chegou a falar que eles responderiam por tentativa de homicídio, o que não aconteceu.

Após a decisão, o Ministério Público pediu novas diligências à Polícia Civil para continuar com a investigação. Se a decisão for mantida, eles poderão pegar detenção de três meses a um ano por lesão corporal, e reclusão de três a seis anos, além de multa, por crimes contra a incolumidade pública.

O CASO

No dia 24 de fevereiro, o ônibus do Bahia foi emboscado nos arredores da Arena Fonte Nova, horas antes da partida contra o Sampaio Corrêa, pela Copa do Nordeste. O veículo foi bastante danificado e vários jogadores ficaram feridos. O goleiro Danilo Fernandes era o caso mais grave e por muito pouco não perdeu a visão.

O Governador Rui Costa chegou a se manifestar sobre o ocorrido, determinou apuração imediata e pediu julgamento severo da Justiça. No entanto, até o momento, a decisão da Polícia Civil foi branda.

Apesar do atentado, o Bahia entrou em campo e derrotou o Sampaio Corrêa por 2 a 0. O time baiano acabou caindo na primeira fase da competição.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;