Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsas de NY fecham em alta, após dados dos EUA e em meio a avaliações sobre Fed



01/07/2022 | 17:43


Os mercados acionários de Nova York tiveram sessão volátil, com abertura negativa e oscilando entre ganhos e perdas nas primeiras horas do pregão. Mais adiante, houve ganho de fôlego, com investidores avaliando indicadores e potenciais ajustes nas apostas sobre a política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

O índice Dow Jones fechou em alta de 1,05%, em 31.097,26 pontos, o S&P avançou 1,06%, a 3.825,33 pontos, e o Nasdaq, 0,90%, a 11.127,85. Na comparação semanal, o Dow Jones recuou 1,28%, o S&P 500 teve baixa de 2,21% e o Nasdaq caiu 4,13%.

As bolsas oscilavam, mas perderam fôlego após o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) dos EUA medido pelo Instituto para Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês) recuar mais que o esperado em junho, a 53,0. Mais adiante, houve melhora no quadro.

As perspectivas para a política monetária estiveram no radar, com alguns analistas afirmando que o Fed pode ter de elevar menos os juros adiante, diante da perda de fôlego na atividade econômica, embora a questão não seja consensual.

Nos setores do S&P 500, houve ganhos generalizados, com consumo discricionário, energia, concessionárias e papéis do setor imobiliário entre as maiores altas. Entre ações em foco, General Motors subiu 1,35%, mesmo após ter emitido um alerta de que seu lucro deve ser menor no segundo trimestre, com problemas na cadeia de suprimentos.

Já entre outros papéis importantes, Apple avançou 1,62%, Amazon ganhou 3,15% e Alphabet teve perda de 0,21%. Meta recuou 0,76%, Chevron avançou 1,19% e ExxonMobil teve ganho de 2,23%, enquanto Boeing fechou em alta de 2,28%.

Apesar dos ganhos desta sexta-feira, a Capital Economics projeta mais fraqueza para as ações americanas ao longo do segundo semestre.

Para a consultoria, o Fed terá de subir os juros mais que o hoje esperado pelo mercado e não terá pressa em relaxar a política monetária mais adiante. Ela projeta que o S&P 500 encerre este ano em 3.600 pontos e termine 2023 em 3.200 pontos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;