Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Sindipetro-RJ entra com ação contra nomeação de Paes de Andrade para Petrobras



01/07/2022 | 17:39


Mais uma ação contra a nomeação de Caio Paes de Andrade para a presidência da Petrobras foi protocolada esta semana, desta vez na 4ª Vara da Justiça Federal de Niterói, no Rio de Janeiro, pelo Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ).

A ação popular pede uma liminar urgente para que a nomeação de Paes de Andrade seja anulada, alegando que o executivo não preenche os requisitos mínimos para o cargo, como nas outras ações, mas questiona também um possível conflito de interesses pelo fato da ex-mulher de Paes de Andrade, Margot Greenman, de quem se separou em 2020, ser dona de uma empresa que presta serviços para a Petrobras.

Segundo documentação anexada à ação, Greenman é sócia fundadora da Captalys Companhia de Crédito, que por sua vez é sócia da empresa iDtrust Tecnologia de Software Ltda, empresa contratada pela Petrobras para operar a plataforma de antecipação de recebíveis aos fornecedores da estatal, a Finafor.

No mesmo dia da ação do Sindipetro-RJ, a Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) e a Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro) também acionaram a Justiça Federal do Rio de Janeiro contra a nomeação de Paes de Andrade. A Anapetro já entrou também na CVM contra a eleição do executivo.

Paes de Andrade tomou posse na presidência da estatal na última terça-feira, 28, sem cerimônia pública.

Até o momento, nenhuma decisão da Justiça foi divulgada.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;