Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

R. Kelly passará por terapia para distúrbio sexual após ser condenado a 30 anos de prisão



01/07/2022 | 10:11


Como você já viu, o cantor Robert Sylvester Kelly, mais conhecido por R. Kelly, foi sentenciado a mais de 30 anos de prisão por crimes sexuais. Em 2021, 11 homens e mulheres haviam testemunhado contra o artista, que já estava encarcerado, por crimes de extorsão e tráfico sexual de menores de idade. No primeiro julgamento uma mulher sob o pseudônimo Addie revelou ter sido estuprada nos bastidores de um show em Miami, nos Estados Unidos, dois dias após Kelly ter se casado com Aaliyah, quando a garota ainda tinha apenas 15 anos de idade.

Na última quarta-feira, dia 29, ele enfrentou outra condenação por crimes sexuais e recebeu a sentença de 30 anos na prisão, lugar que deverá deixar apenas quando tiver 85 anos de idade. De acordo com os documentos do processo, o cantor é obrigado a fazer um tratamento para desordens sexuais não especificadas até mesmo após a sua saída. Além disso, ele não pode se aproximar de pessoas com menos de 18 anos de idade. Segundo o site TMZ, ainda existem preocupações de que se ele sair da prisão algum dia, ainda apresente ameaça para a população, em especial os adolescentes menores de idade, por isso a voz de I Believe I Can Fly foi ordenado a passar por terapias durante o período de reclusão.

No entanto, as ordens não pararam por aí! O também ator precisará informar ao juiz sobre qualquer pessoa que decidir morar com ele assim que sair da prisão e ele só pode ficar próximo. Mesmo se for liberado da cadeia em 30 anos, Kelly continuará sendo supervisionado por mais cinco anos, segundo a sentença. O cantor ainda enfrentará outro julgamento federal e mais dois estaduais, e, caso seja condenado mais vezes, deve receber ainda mais restrições.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;