Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Pássaro raro é avistado por fotógrafo em Ribeirão Pires

Divulgação/Miguel Malta Magro Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Registro foi feito durante observação de aves realizada no Parque Oriental do município


Da Redação

01/07/2022 | 00:01


A atividade de observação de pássaros, promovida na semana passada pela Secretaria de Meio Ambiente de Ribeirão Pires, rendeu grata surpresa aos participantes e uma grande notícia para o campo da biologia. A espécie tricolino-olivaceo foi avistada “passeando” pelo Parque Oriental. O flagrante foi feito pelo biólogo Miguel Malta Magro.

Essa é, de acordo com especialista na área, a segunda vez que essa espécie é vista no Estado de São Paulo e a primeira no Planalto. Antes, o tricolino só tinha sido flagrado em Peruíbe, no Litoral.

“É uma espécie que vive em ambientes alagados ou brejos e depende muito desse tipo de ambiente, que está cada vez mais raro, para sobreviver”, explicou o biólogo, complementando que o local onde foi visto reúne essas características.

O tricolino-olivaceo (Pseudocolopteryx acutipennis) é uma ave insetívora e de baixa densidade populacional. Demonstra ser um pássaro de difícil observação, talvez, por isso, dados sobre sua biologia são escassos. É uma espécie de possível ocorrência na fronteira com a Bolívia e parcialmente migratória durante o inverno. Mede 10 centímetros.

A notícia, segundo a Prefeitura de Ribeirão Pires, já rendeu contatos de biólogos e observadores de pássaros ao Departamento Ambiental da Prefeitura. Somente ontem,, sete profissionais de diferentes locais de São Paulo entraram em contato demonstrando interesse em fotografar aves no Parque Oriental, no bairro Estância Noblesse.

O evento de observação de aves realizado em Ribeirão Pires foi a primeira edição e integrou o calendário do Junho Verde. No entanto, diante da demanda que vem surgindo, a Secretaria de Meio Ambiente do município resolveu antecipar a segunda edição da atividade, que é gratuita, para os dias 8 e 9 de julho. 

“Pode estar surgindo uma boa oportunidade para explorar um nicho do turismo ecológico, pois atrai pessoas fascinadas pelo tema que investem em equipamentos, viagens, hospedagem, alimentação e contratação de guias”, avalia o zootecnista e um do coordenadores do projeto, João Paulo Cerezolli.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;