Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Decreto altera prazo para início do processo de liquidação da EMGEA



30/06/2022 | 12:05


O presidente da República, Jair Bolsonaro, editou decreto que estabelece um novo marco temporal para que seja iniciado o processo de liquidação da Empresa Gestora de Ativos S.A (EMGEA). O ato está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 30.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência explica que, em um procedimento padrão, a liquidação é instaurada oito dias depois da publicação de resolução do Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos da Presidência da República (CPPI) que define a modalidade de desestatização. Mas, no caso da EMGEA, foi estabelecido inicialmente um marco temporal que considerava a conclusão da cessão de 5 carteiras de crédito ou 30 de junho de 2022, o que ocorresse primeiro.

O decreto publicado nesta quinta, porém, altera esse prazo específico criado para a EMGEA, que agora passa a ser a data posterior à cessão de outros novos projetos, não especificados no ato.

"Com o avanço dos estudos de implementação da cessão de créditos, verificou-se ser mais vantajoso à União iniciar a liquidação somente após a cessão de um outro conjunto de carteiras de crédito aprovadas pelo CPPI e depois de realizada uma reestruturação societária da EMGEA, a qual ocorrerá para fins de viabilização de desestatização da empresa", diz a pasta.

A EMGEA é uma empresa pública federal não financeira, constituída sob a forma de sociedade anônima de capital fechado, vinculada ao Ministério da Economia, com capital social totalmente integralizado pela União.

A estatal tem como atividade a gestão de ativos - bens e direitos - provenientes da União e de entidades integrantes da administração pública federal.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;