Fechar
Publicidade

Domingo, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras bate Cerro Porteño e abre larga vantagem nas oitavas da Libertadores



29/06/2022 | 21:14


O talento de Gustavo Scarpa e o poder de decisão de Rony garantiram ao Palmeiras uma vantagem importante nas oitavas de final da Libertadores. Nesta quarta, em Assunção, no Paraguai, o camisa 10 brilhou com dois gols e comandou a vitória por 3 a 0 do atual campeão sobre o Cerro Porteño, voltando a ser o maior artilheiro do clube na história da competição, agora com 16 gols. No fim, Murilo foi às redes e sacramentou o triunfo.

Depois de um primeiro tempo morno, a equipe alviverde acelerou na etapa final e conquistou o triunfo com dois gols em um intervalo de oito minutos. Nas duas jogadas Scarpa teve participação fundamental.

O time de Abel Ferreira ampliou para 19 jogos a série invicta como visitante no torneio continental e está em situação confortável para decidir a vaga em sua casa daqui a uma semana, dia 6 de julho, às 19h15. No Allianz Parque, o Palmeiras poderá até perder por dois gols de diferença que, ainda assim, avança às quartas. Caso confirme sua classificação, enfrentará Emelec ou Atlético-MG na fase seguinte do torneio no qual busca o tetra.

No primeiro tempo, o Palmeiras no Paraguai se comportou como o Palmeiras dos anos anteriores, isto é, pragmático e cauteloso, com menos repertório do que o torcedor se acostumou a ver em 2022. O comportamento no primeiro tempo foi de observar e esperar o rival, sem se lançar ao ataque.

Essa estratégia deu resultados nos mata-matas das últimas duas Libertadores. Em assunção, porém, a equipe não foi efetiva e desceu aos vestiários sem acertar o gol uma vez sequer. Rony foi quem protagonizou a chance mais perigosa, mas o camisa 10 estava impedido. Weverton não trabalhou, mas os paraguaios, donos da pior campanha da primeira fase, podem comemorar o sucesso da estratégia defensiva, já que neutralizaram o atual bicampeão continental e dono da melhor campanha da atual edição.

No segundo tempo, o Cerro começou a se soltar, tanto que empurrou o Palmeiras para a defesa. Só que passou a dar mais espaços. E uma brecha que seja para o atual campeão continental é letal. Aos 16, Scarpa tabelou com Piquerez e cruzou na medida para Rony completar peixinho para o gol. Foi a 11ª assistência do meia na temporada. Antes, Danilo havia perdido chance clara na cara de Jean, que fizera um milagre.

O gol palmeirense minou a confiança dos paraguaios e desencaixou o time treinado por Chiqui Arce. O Palmeiras ampliou seu volume e ficou com a bola. Acelerou o jogo e se defendeu atacando, como gosta Abel Ferreira.

Num desses ataques, ampliou com Rony. Scarpa encontrou Dudu livre na pequena área. O camisa 7 não foi fominha e rolou para o atacante completar para as redes. O gol foi checado com uma certa demora, mas corretamente confirmado, corrigindo o erro do bandeirinha, que havia assinalado impedimento. No fim, Murilo marcou mais um e selou a consistente vitória no Paraguai.

FICHA TÉCNICA

CERRO PORTEÑO 0 X 3 PALMEIRAS

CERRO PORTEÑO - Jean; Rodríguez, Riveros, Duarte e Espínola; Aquino (Vargas), Piris da Motta, Carrascal e Lucena (Giménez); Benítez (Oviedo) e Samudio (Marcelo Moreno). Técnico: Arce.

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Luan) e Raphael Veiga (Gabriel Menino); Dudu (Wesley), Gustavo Scarpa (Gabriel Veron) e Rony (Rafael Navarro). Técnico: Abel Ferreira.

GOLS - Rony, aos 16, e aos 24, e Murilo, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wilmar Roldan (COL).

CARTÕES AMARELOS - Gustavo Scarpa (Paleiras) e Espínola (Cerro Porteño).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio General Pablo Rojas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;