Fechar
Publicidade

Domingo, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Volkswagen vai abrir vagas na fábrica de Taubaté para a produção de dois modelos



29/06/2022 | 20:23


A Volkswagen deve contratar, nos próximos dias, 150 funcionários para a fábrica de Taubaté, interior de São Paulo, além de efetivar 135 aprendizes do Senai até 2025.

As medidas fazem parte de um acordo feito com o Sindicato dos Metalúrgicos local que prevê o início da produção do Polo Track, a ser lançado em 2023 e passará a ser o modelo mais barato da marca. Um novo carro ainda não revelado também será feito na unidade a partir de 2025.

Segundo o sindicato, que realizou assembleia nesta quarta-feira, 29, para aprovação do plano por parte dos funcionários, a Volkswagen deve investir cerca de R$ 1 bilhão na unidade, valor inserido no plano de R$ 7 bilhões anunciado pela marca para o período de 2022 a 2026.

Em nota, a Volkswagen limitou-se a confirmar a renovação do acordo coletivo firmado com o sindicato de Taubaté em 2020, e que teve alterações aprovadas hoje pelos funcionários, sem citar as contratações. Também confirmou a produção de um segundo produto na mesma plataforma do Polo Track.

"A renovação do acordo é um importante passo para a consolidação dos investimentos da Volkswagen para a região América Latina, na ordem de R$ 7 bilhões", informa a companhia.

Com as 150 novas vagas, a fábrica deverá voltar a operar em três turnos nos setores de armação e estamparia, informa o sindicato. A unidade emprega atualmente cerca de 3,2 mil trabalhadores e produz os modelos Gol e Voyage que sairão de linha no fim do ano.

No ABC, salários são reduzidos

O anúncio de contratações em Taubaté ocorre poucos dias após a empresa dar férias coletivas de dez dias aos funcionários do ABC paulista. Além disso, eles retornam em 7 de julho com jornada reduzida em 24% (um dia a menos de trabalho por semana) e corte de 12% nos salários, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Também está prevista uma parada de três semanas em julho, a partir do dia 4, na fábrica do Paraná. Em ambas as fábricas o problema é falta de semicondutores para a produção.

O acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté prevê estabilidade nos empregos até 2025.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;