Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

A desfaçatez da Enel


Do Diário do Grande ABC

28/06/2022 | 23:59


Aumentos de tarifa nunca são oportunos. Mas existem aqueles que, por virem em momentos totalmente descabidos, beiram a desfaçatez. É o caso da majoração das contas de luz no Grande ABC anunciada ontem pela Enel. Exatamente quando a concessionária de energia está sendo acusada de má prestação de serviços por praticamente todas as sete cidades, a ponto de estar sendo investigada por câmaras de vereadores e Ministério Público do Estado de São Paulo, a empresa avisou que vai reajustar os preços em 10,15% para os clientes residenciais e em 18,03% para os industriais. A medida passa a vigorar a partir do dia 4.


Com descaramento comum a quem só se preocupa com lucros, sem se interessar pelo aspecto social do negócio em que atua, o diretor de regulação da Enel, Luiz Gazulha, limitou-se, na coletiva de imprensa que concedeu, a justificar os aumentos, como se a companhia não fosse responsável por uma das piores prestações de serviços entre as concessionárias públicas que atuam na região. Ninguém é contra a companhia ser remunerada pelo que faz de forma justa. Desde que, todavia, realize o trabalho com o mínimo de qualidade exigido pelo contrato.


A Enel tem deixado a desejar. São recorrentes os episódios de consumidores do Grande ABC que relatam ter ficado dias seguidos sem luz em casa ou no estabelecimento comercial ou industrial, fato que provocou prejuízos enormes. A falta de profissionalismo e capacidade técnica para executar os serviços já deveria ter sido alvo de questionamentos há muito tempo. Não é possível ser tão ruim sem que nenhuma sanção seja aplicada pelos órgãos fiscalizadores.


Esperava-se que a Enel tivesse a decência de solucionar a lista de problemas enfrentados diuturnamente pelos consumidores do Grande ABC antes de repassar às contas o reajuste autorizado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Como não teve, caberá aos departamentos de defesa do consumidor agir, com a mesma velocidade, para fazer a empresa cumprir suas obrigações contratuais com as cidades em que atua. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;