Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Busca pela aprendizagem, não pela nota


Do Diário do Grande ABC

28/06/2022 | 23:59


Estudar, tirar boa nota, passar de ano, prestar vestibular e se formar. Esta é a caminhada que muitos estudantes vivenciam durante os anos na educação básica. Mas, até onde as avaliações tradicionais das escolas evidenciam o quão o estudante aprendeu? Apesar dos processos avaliativos serem parte importante da trajetória educacional, atualmente este fator tem ganhado novo papel, passando de instrumento meramente classificatório para pilar direcionador e orientador da aprendizagem. Quando a avaliação é embasada apenas nas notas, os resultados referem-se à classificação e à rotulação, apontando dados somente de parte do processo. Além disso, pode reduzir o processo de avaliação a um exame, desconsiderando as demais fases da trajetória de aprendizagem.


Diante das demandas atuais, há necessidade emergencial em valorizar a experiência do estudante na construção do conhecimento e no seu desenvolvimento como indivíduo, que saberá, no futuro, tomar decisões assertivas e trabalhar de maneira colaborativa. Se temos a expectativa de que os estudantes desenvolvam habilidades complexas nas mais diversas áreas e disciplinas, é preciso validar esse crescimento. Nesta perspectiva, a aprendizagem deve acontecer por meio de metodologia que possa ser vivenciada na prática, e não apenas pela quantidade de acertos em uma prova. E como a avaliação deve ser feita? A resposta é simples: por meio das evidências de aprendizagem e mescla nos processos avaliativos. O primeiro deles é a avaliação somativa, que tem como objetivo avaliar o grau em que os resultados mais amplos têm sido alcançados, incluindo a síntese a respeito das aprendizagens, tendo como função classificar o estudante ao fim do percurso, seguindo níveis de aproveitamento.


Já a avaliação formativa prioriza a promoção da aprendizagem, referindo-se a conjunto de práticas inter-relacionadas que, de forma comprovável, aprimoraram a aprendizagem. Desta forma, ela é desenhada para informar sobre a aprendizagem durante o processo e para adaptar o ensino às necessidades dos estudantes, que são ativamente envolvidos, recebendo e emitindo feedback sobre si e sobre os colegas. Para o professor, promove clareza quanto à tarefa e o objetivo de aprendizagem, focando no critério e não na tarefa, além de buscar referência ao resultado da aprendizagem, permitindo tomar as decisões para atingir os resultados esperados. Esta perspectiva permite ao estudante refletir sobre onde está, traçar onde quer chegar e qual é o próximo nível de exigência. Este cenário o desafia a crescer, trabalhar com autoavaliação e oferecer visibilidade às aptidões desenvolvidas. Para a família, promove a transparência do processo avaliativo.

Rita Rangel é gestora educacional da Rede de Colégios Santa Marcelina.


PALAVRA DO LEITOR

R$ 0,48 – 1
Era para a gasolina estar abaixo dos R$ 6, mas, infelizmente, enquanto não mudar o estatuto que rege o conselho da Petrobras, vamos continuar pagando alto pelos combustíveis (Estado Reduz ICMS da gasolina e litro deve cair R$ 0,48 na bomba). Isso tudo por uma multa de quase US$ 353 milhões aplicada à Petrobras pelos Estados Unidos por corrupção na diretoria da estatal. E quem está pagando isso hoje somos nós!
Orlando Santos
do Facebook



R$ 0,48 – 2
Primeiro que nos dois postos que vi hoje (ontem) continua o mesmo preço. Ele mesmo (governador Rodrigo Garcia) disse que o que sair do combustível será ‘tirado’ de investimentos em saúde, educação e infraestrutura. Em segundo lugar, a informação é que o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) representava quase 70% do preço do combustível, aí reduz quase pela metade e o valor não aparece. A matemática dos nossos ‘governantes’ não anda batendo.
Jaime Alves Pereira
do Facebook


R$ 0,48 – 3
Ele baixou porque foi obrigado a baixar, porque o presidente da República sancionou recentemente uma lei que torna o combustível produto essencial e com isso limitou o ICMs aos Estados, obrigando-os a baixar o preço. Eles, os governadores, nunca tiveram interesse de fazer algo para reduzir os (valores dos) combustíveis, agora que que o presidente sancionou a lei, este ‘engomadinho’ do Rodrigo quer pegar carona na atitude do presidente.
Robson Vox Fernandes
do Facebook


Gratidão
Quero agradecer ao prefeito Orlando Morando e ao vice-prefeito Marcelo Lima por olharem pelo meu bairro. Também agradeço pelo asfalto novo na Estrada Galvão Bueno. Passo todos os dias pelo local e a situação melhorou muito para todos os motoristas que usam essa rota. As entregas deste governo estão fazendo São Bernardo avançar e mudar de cara. Parabéns !
Roberto Basto
São Bernardo


Redução
Precisou decreto federal para reduzir o ICMS (Governo de São Paulo reduz ICMS da gasolina de 25% para 18%). Agora, até quando vamos pagar 4% de IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), sendo que na maioria dos Estados é 2%? Não voto mais no PSDB em São Paulo.
Francisco Ribeiro
do Facebook


Petrobras
Há alguns anos se dizia que petrolíferas eram os três melhores negócios do mundo. A Petrobras é empresa de economia mista com centenas de milhares de acionistas (cerca de 800 mil) e o governo federal detém 4,7 bilhões de ações (União 3,7 bilhões, BNDESPar 900 milhões e BNDES 135 milhões). A abertura de capital de uma empresa, integrar a bolsa de valores, é a forma mais eficaz e barata de alavancar o crescimento com menores custos, sem depender de financiamento, daí os acionistas. Toda empresa na bolsa visa lucro e após pagamento de impostos (no caso da Petrobras, também royalties) parte do lucro remunera acionistas. O governo é o maior beneficiado pela Petrobras. Em 2021 recebeu R$ 202,9 bilhões em impostos e os Estados e municípios, R$ 54,5 bilhões, sob a forma royalties. Quanto maior for o lucro, maior será a carga tributária e os dividendos – é bom para todos (Petrobras, governos federal, estaduais e municipais, acionistas e empregados). Deixem a Petrobras funcionar em paz, lucrativa, sem corrupção e, quem sabe um dia, com 100% dos brasileiros acionistas, assim como o governo, auferindo dividendos.
Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha (ES)
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;