Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro confessa ter ameaçado médico de transferência para tomar cloroquina



28/06/2022 | 19:46


O presidente Jair Bolsonaro confessou ter ameaçado um médico de transferência para a fronteira para tomar remédios comprovadamente ineficazes contra a covid-19, quando sentiu sintomas da doença. A declaração foi dada em entrevista concedida a um canal no YouTube em 25 de maio, mas veiculada apenas nesta terça-feira, 28.

Após reiterar ataques às vacinas contra a covid-19, recomendadas por cientistas, Bolsonaro relatou que já teve sintomas da doença e precisou de assistência médica. "Falei: 'acho que estou com sintomas'. Eu estava broxa. Estava meio broxa. E ele falou para mim: 'vamos fazer o teste'. Falei: 'me traz o remédio, porque o exame só vai sair o resultado amanhã, pode ser tarde demais'. 'Ah, protocolos nossos'. Falei: 'traz remédio ou te transfiro para fronteira agora, democraticamente'. Tomei, no dia seguinte estava bom", relatou o presidente.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;