Fechar
Publicidade

Domingo, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsonaro: Conversei com Putin; há chance de comprarmos diesel da Rússia



27/06/2022 | 21:54


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, 27, que o Brasil pode passar a comprar diesel da Rússia, país que vem passando por um processo de isolamento no cenário internacional - com direito à aplicação de sanções - desde a invasão da Ucrânia, ocorrida em fevereiro.

De acordo com Bolsonaro, a possibilidade da troca comercial foi negociada mais cedo em ligação telefônica com o presidente russo, Vladimir Putin, antecipada pelo Broadcast Político e posteriormente confirmada pelo ministro de Relações Exteriores, Carlos França.

"Conversei com o presidente Putin, hoje, da Rússia. Trocas comerciais entre nós. Temos aí a segurança alimentar e a segurança energética. Então, há chance de comprarmos diesel de lá. Fica, com toda certeza, um preço mais em conta", declarou o presidente a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Bolsonaro afirmou ainda que o preço dos combustíveis pode diminuir se o barril do petróleo do tipo Brent no mercado internacional continuar caindo, mas ponderou que é a Petrobras que decide o valor cobrado no País. Hoje, o petróleo Brent, negociado na bolsa de Londres, subiu a US$ 110,98 o barril. "O que a gente precisa? Transparência em tudo. É igual hoje, começaram alguns governadores a baixar o ICMS", acrescentou o chefe do Executivo, em mais uma crítica à política de preços da empresa.

Em resposta à sanção da lei que estabeleceu um teto de 18% para a cobrança do ICMS incidente sobre os combustíveis, governadores começaram hoje a reduzir as alíquotas do imposto em seus Estados. Foi o caso de São Paulo e de Goiás.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;