Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Na contramão de NY, Ibovespa sobe 2,12%, maior alta desde 9 de março



27/06/2022 | 17:53


Mesmo com o sinal negativo em Nova York, o Ibovespa iniciou esta última semana do mês com retomada dos 100 mil pontos, marca que havia sido cedida no fechamento do último dia 17. Assim, o índice da B3 tenta se distanciar dos menores níveis desde novembro de 2020, nesta segunda-feira em alta de 2,12%, a 100.763,60 pontos, o maior avanço em porcentual desde 9 de março passado (+2,43%). Foi o segundo ganho consecutivo da referência, entre mínima de 98.672,44 e máxima de 101.106,14 pontos nesta segunda-feira, saindo de abertura a 98.672,99. Ainda enfraquecido, o giro financeiro ficou em R$ 21,7 bilhões. No mês, o Ibovespa cede 9,51% e, no ano, 3,87%.

Na sessão, a recuperação se disseminou pelas ações e os segmentos de maior peso no índice, em especial o setor de commodities (Petrobras ON +6,75%, PN +6,43%; Vale ON +4,60%), com novos sinais de retomada de atividades em Xangai, principal centro comercial e financeiro da China. O dia foi também positivo para os grandes bancos (BB ON +2,06%, Unit do Santander +1,80%) e para a siderurgia (CSN ON +3,10%, Usiminas PNA +3,12%).

No começo da tarde, a Petrobras anunciou que o Conselho de Administração, por 7 votos a 3, aprovou Caio Paes de Andrade para a presidência da empresa. Ele também foi aprovado para integrar o conselho. Segundo fontes ouvidas pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), votaram a favor de Paes de Andrade os cinco conselheiros da União e dois representantes de acionistas minoritários. Outros três conselheiros votaram contrariamente: dois minoritários e a conselheira que representa os funcionários, Rosangela Buzanelli.

Na ponta do Ibovespa na sessão, além de Petrobras ON e PN, destaque também para 3R Petroleum (+6,41%), Eneva (+5,78%) e PetroRio (+5,29%), com as empresas de energia também favorecidas pelos ganhos da commodity na sessão, em que o Brent voltou à casa de US$ 115 por barril. No lado oposto, Méliuz (-5,56%), IRB (-5,35%) e Azul (-5,33%).

"O mercado reagiu positivamente às notícias do fim de semana, com a China diminuindo restrições (associadas à Covid-19), o que animou os mercados de commodities, como o minério de ferro, ajudando Vale, cujas ações haviam sofrido bastante nos últimos dias. Depois da preocupação (com o aumento do número de casos na China), vem o efeito na direção oposta, com a reabertura da economia e a população voltando a circular mais", diz Rodrigo Moliterno, head de renda variável da Veedha Investimentos, destacando o desempenho da Petrobras "na toada da melhora do humor global", e espelhando também a definição sobre o comando da estatal.

Em relatório divulgado no período da tarde, o Citi avalia que a aprovação do Conselho ao nome de Caio Paes de Andrade tem impacto neutro para a companhia. Os analistas Gabriel Barra, Joaquim Alves Atie e Andrés Cardona não esperam "mudanças materiais na política de preços da empresa no curto prazo, nem em sua estratégia de longo prazo".

Em outro importante desdobramento no setor, nesta segunda-feira, além de São Paulo, o Estado de Goiás anunciou a redução do ICMS sobre combustíveis, o que, na prática, divide a frente única de unidades da federação que pretendia levar a questão para deliberação da Justiça.

Pela manhã, o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, anunciou que o Estado está aplicando imediatamente a redução da alíquota de ICMS da gasolina, de 25% para 18%, após o presidente Jair Bolsonaro sancionar, na sexta-feira, o teto na cobrança do imposto estadual sobre os combustíveis.

À tarde, Goiás publicou redução, a 17%, da alíquota de ICMS sobre gasolina, querosene de aviação e etanol, bem como sobre as tarifas de energia e comunicação - e a incidente sobre o diesel caiu de 16% para 14% no Estado, com alteração do cálculo até 31 de dezembro.

"A decisão de estados sobre o ICMS foi importante porque ajuda a moderar parte dos temores associados à inflação, no momento em que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pauta, para quarta-feira, a votação da PEC dos Combustíveis. Ambos os movimentos do dia se alinham bem à indicação do BC de que o ciclo de elevação de juros, por aqui, possa estar perto de conclusão. Além disso, a substituição na Petrobras, com Paes de Andrade mais alinhado ao governo, pode contribuir também para a redução de ruídos. E tudo num dia em que o sentimento positivo começou na Ásia, com Xangai reportando apenas 100 novos casos de covid, o que não ocorria há dois meses", diz Felipe Moura, analista da Finacap Investimentos.

Em sessão na qual o desempenho do Ibovespa foi impulsionado pelo índice de materiais, Moura destaca também a recuperação de preços do minério de ferro em meio a recomposição dos estoques da siderurgia chinesa, favorecida agora pela reabertura da economia - em momento importante, no qual sazonalmente a atividade de construção civil tende a diminuir no país asiático, na época de chuvas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;