Fechar
Publicidade

Sábado, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro diz que Milton Ribeiro foi 'preso injustamente'



27/06/2022 | 10:06


O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que não há "indícios mínimos de corrupção" cometida pelo ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso na última quarta-feira, 22, pela Operação Acesso Pago, que investiga o "gabinete paralelo" instalado na pasta. O caso foi revelado pelo Estadão em março. Em entrevista no programa 4 por 4, deste domingo, 26, Bolsonaro afirmou que, em seu entender, Ribeiro foi "preso injustamente".

Ignorando a investigação da PF e os indícios levantados contra o ex-ministro, o presidente disse que o motivo da prisão é criar narrativas contra seu governo. "O objetivo é constranger, humilhar, dizer que o governo é corrupto", afirmou, alegando que o Ministério Público foi contra a prisão.

No entanto, Bolsonaro não mencionou o favorecimento de pastores na distribuição de verbas, tampouco os áudios em que o ex-ministro diz que o presidente o avisou sobre a operação.

Como mostrou o Estadão, grampos da Polícia Federal registraram diálogos com ao menos três pessoas diferentes. Em um deles, com uma pessoa de nome Waldomiro, o ex-ministro da Educação afirma: "Mas eu acho assim, que o assunto dos pastores? é uma coisa que eu tenho receio um pouco é de? o processo? fazer aquele negócio de busca e apreensão, entendeu?". Já em outro diálogo, com a filha, o aliado do presidente diz: "ele acha que vão fazer uma busca e apreensão? em casa? sabe? é? é muito triste. Bom! Isso pode acontecer, né? se houver indícios né?".

Sem considerar os casos de corrupção já revelados em seu governo, Bolsonaro acrescentou ainda que "até o momento não tem qualquer indício de qualquer coisa contra um ministro meu". O ex-ministro Milton Ribeiro foi solto na quinta-feira, 23, quando o desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, cassou a prisão preventiva.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;