Fechar
Publicidade

Sábado, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tigre pode antecipar vaga contra o Oeste

Líder, invicto e sem tomar gol, São Bernardo FC vai a Osasco também para manter desempenho


Francisco Lacerda
Do Diário do Grande ABC

26/06/2022 | 00:01


Líder do Grupo G-7 com 22 pontos, invicto e ainda sem ser vazado, o São Bernardo FC mede forças hoje com o Oeste para manter o desempenho e, consequentemente, garantir vaga antecipada à próxima fase da Série D do Brasileiro. Válida pela 11ª rodada, a partida ocorrerá no Estádio José Liberatti, em Osasco, já que a Arena Barueri encontra-se interditada para reforma do gramado. Para o duelo o técnico Márcio Zanardi não terá problemas de desfalques. O atacante Minho, com dores no joelho esquerdo, segue em tratamento e é dúvida. O meia Lelê cumpriu suspensão e fica à disposição do treinador. Márcio Zanardi, entretanto, não deve fazer alterações até mesmo para manter o entrosamento da equipe nesta reta final.

“Quando falamos em parte defensiva ela parte do ataque. O time todo está muito concentrado, bem focado. A parte de comprometimento dos atletas é surreal. Então a grande virtude é o trabalho em equipe. Estamos fazendo trabalho com mental coach também que ajuda bastante também para manter todos focados na mesma energia e na mesma sinergia”, diz o técnico.

Do lado do Oeste, a necessidade de vitória é premente. A equipe de Barueri vem de derrota para o Santo André, 2 a 0, fora de casa e precisa da reabilitação para manter as chancer de classificação. Tem apenas dez pontos e ocupa a vice-lanterna da chave. O técnico Lelê não terá o zagueiro Diego Jussani, suspenso pelo terceiro amarelo. Alan, que ficou na reserva na última partida, é a opção para o setor. Lucas Giovani deverá ser a novidade na zaga após ficar fora pelo terceiro cartão amarelo.

‘Nunca imaginei que iria atingir essa marca’

O goleiro Alex Alves, 35 anos, está há dez jogos sem tomar gol na Série D do Campeonato Brasileiro, fazendo do Tigre a única equipe entre as 124 que disputam as quatro divisões do futebol nacional – 20 na Série A; 20 na B, 20 na C e 64 na D – a não ter a defesa vazada. Já são 982 minutos invicto. A última vez em que Alex teve de buscar a bola no fundo das redes foi na derrota para o São Paulo nas quartas do Paulistão, no Morumbi, gol de Caleri.

“Nunca imaginei que iríamos atingir essa marca. É claro que a equipe vem trabalhando muito para buscar nossos objetivos na competição. Se a equipe não sofre gol, fica muito mais perto da vitória. E isso que estamos vivendo é fruto do trabalho de toda a equipe. Todos os atletas se doando ao máximo, desde os atacantes, ajudando em busca do mesmo objetivo. É trabalho de todos”, diz o arqueiro.

Titular nas dez partidas da Série D, o goleiro inclusive evitou o que seria o fim do tabu ao defender pênalti cobrado por Popó, do Oeste, na vitória sobre o time de Barueri por 3 a 0, pela quarta rodada do Grupo G-7 do torneio, dia 7 de maio. Se mantiver o desempenho hoje, no confronto contra o mesmo Oeste, o arqueiro do Tigre ultrapassa Rogério Ceni, que em 2007 ficou 988 minutos sem ser vazado. Também passará Raul Plassmann, do Cruzeiro, com 1.016 minutos, em 1969; Ladel, do Operário, 1.027, em 1980; Saulo, da Ferroviária, 1.041, em 2021; Leão, do Palmeiras, 1.057, em 1973; Eli Graciano, do vizinho EC São Bernardo, 1.060, em 1982; e, por fim, Altevir Sales, do então Atlético-PR, 1.066, em 1977. O líder do ranking é Mazaropi, que entre 1977 e 1978 ficou 1.816 minutos sem levar gol pelo Vasco-RJ.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;