Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Vacinas da Pfizer direcionadas
à ômicron têm resposta imune mais forte

Divulgação/Geovana Alburqueque/Agência Saúde DF/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


25/06/2022 | 19:42


As vacinas da Pfizer e BioNTech modificadas para atingir a variante ômicron produziram uma resposta imune significativamente maior do que a vacina atualmente disponível, afirmaram as empresas após um estudo desenvolvidos nos Estados Unidos.

Segundo os resultados, os níveis de anticorpos neutralizantes aumentaram de 13,5 a 19,6 vezes mais do que a vacina atual disponível. Voluntários do estudo foram avaliados um mês após a administração da vacina, dependendo da dose. No início do mês, a Moderna também divulgou que sua vacina direcionada à ômicron produziu uma resposta imune mais forte.

Ainda segundo a AP, a Alemanha começará a cobrar por testes rápidos de covid-19 que anteriormente eram gratuitos, embora grupos vulneráveis sejam isentos da taxa. O ministro da Saúde, Karl Lauterbach, disse ontem que, a partir de 1º de julho, os testes rápidos amplamente disponíveis em centros em toda a Alemanha custarão aos cidadãos 3 euros (US$ 3,16) cada, com o restante subsidiado pelo governo.

Enquanto isso, na China, Xangai não registou nenhuma nova infecção por covid-19 neste sábado pela primeira vez desde março. Segundo informações da Associated France Press, há duas semanas, milhões de pessoas foram novamente confinadas temporariamente quando o governo municipal lançou uma campanha de testes em massa em algumas áreas. O comunicado divulgado nas últimas horas, porém, veio em tom menos restritivo. "Não houve novos casos domésticos confirmados de covid-19 e nenhuma nova infecção assintomática em Xangai em 24 de junho de 2022", disse o governo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;