Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Itens de festa junina sobem 13,51% em 12 meses



25/06/2022 | 08:32


Os itens típicos das festas juninas subiram 13,51% em 12 meses, segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de maio.

Um dos produtos mais usados nessas celebrações, o milho, acumula alta de 23,55% no IPCA em 12 meses, enquanto a farinha de trigo apresenta alta de 27,80% e o açúcar cristal tem preços 31,46% mais altos no mesmo período. "Alguns destes itens são commodities que têm seu valor atrelado aos preços internacionais, e, assim, são influenciados pelas variações da taxa de câmbio real/dólar", diz a economista Larissa Naves de Deus, professora de economia da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A cozinheira Ana Carolina Pesaroglo, de 39 anos, trabalha há seis anos com entrega de refeições e há cinco atua no ramo de festas juninas em Curitiba (PR). Após dois anos com as comemorações paralisadas, ela notou aumento significativo nos itens típicos e tradicionais do arraial.

"Há coisas que não podem faltar como o milho, o tomate, a farinha de trigo, o óleo e o leite. Aumentou muito o custo dos produtos que oferecemos". No Brasil, os alimentos e as bebidas subiram mais do que o índice geral do IPCA, de 11,73%, o que encareceu os produtos básicos da festa junina.

Nas alturas

Em uma cesta com itens e ingredientes variados de festa junina, a maioria subiu de preço. O alimento mais caro foi o tomate (80,48%), seguido por açúcar refinado (36,28%), óleo de soja (33,8%) e mandioca (31,26%).

Também não escaparam do aumento o leite longa vida (28,04%), o fubá de milho (24,67%), a maçã (24,28%) e a margarina (21,47%). O único dos selecionados que registrou queda em 12 meses foi o arroz, que recuou 10,8% até maio, após ter disparado de preço durante a pandemia de covid-19. A salsicha (10,78%) e o fermento (8,2%) também avançaram de preço, assim como as bebidas associadas à comemoração de São João, como o vinho (4,31%) e a cerveja (7,3%).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;