Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Vantagens e desafios do corretor


Do Diário do Grande ABC

22/06/2022 | 23:59


Corretores têm e sempre terão importante papel quando assunto é venda ou aluguel de imóveis, já que fazem a ponte entre interessados, garantindo mais segurança e comodidade. A profissão está em alta e tem chamado atenção de diversas pessoas como caminho assertivo na geração de renda. De acordo com o Cofeci (Conselho Federal de Corretores de Imóveis), no início de 2020 havia 390 mil profissionais e em 2021, 430 mil, crescimento de 11%. O fato de o setor de imóveis estar aquecido é um dos motivos que têm feito com que mais pessoas busquem pela profissão.


Segundo o estudo Indicadores Imobiliários Nacionais, do quarto trimestre de 2021, divulgado em fevereiro e realizado pela CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) e pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica, empresa de pesquisa e consultoria em negócios, o número de vendas de novos imóveis cresceu 12,8% em 2021, em comparação com 2020, e os lançamentos registraram aumento de 25,9%.


Além do aquecimento do setor, tendência é que o cenário permaneça pelos próximos anos, o que é mais uma vantagem aos que já atuam na área ou que pretendem ingressar nela. Tecnologias, cada vez mais presentes no ramo imobiliário, estão contribuindo para mais avanços, como, por exemplo, o metaverso, que pode facilitar trabalho dos profissionais, eliminando fronteiras e gerando novas formas de fazer negócio. Importante destacar que já há tecnologias que facilitam o dia a dia de profissionais. Permitir que corretores não se preocupem com questões burocráticas e morosas para que se dediquem mais ao atendimento ao cliente parece sonho, mas já é realidade graças à transformação digital. Em sociedade cada vez mais em busca de atendimento humanizado, personalizado e facilidade, atuação consultiva de corretores passa ser valorizada.


Claro que avanço tecnológico e mudanças econômicas no País são desafios aos profissionais do setor, já que exigem constante estudo e atenção, mas são ações essenciais para que corretores não fiquem para trás. Também são passos importantes para se destacar em meio à concorrência. Consumidores estão cada vez mais exigentes e por isso todo estudo por parte dos profissionais é essencial. Compreensão sobre mercado, tendências, comportamentos da sociedade e gostos e necessidades de cada cliente fazem com que corretores ajam como verdadeiros consultores. Portanto, é possível concluir que trabalhar com imóveis exige muito preparo e quando este é bem executado e aplicado em conjunto com inovações e plataformas tecnológicas já existentes, vantagens são enormes a todos os envolvidos nessa cadeia.


Eduardo Menegatti é CEO da plataforma Vivalisto, formado em administração e especialista em gestão empresarial e finanças.


PALAVRA DO LEITOR

Iluminação
Se fizessem a manutenção correta depois da instalação ia ser uma boa (Grande ABC tem 47,4% da iluminação pública de LED). Mas não, instala e deixa lá sem manutenção. Dá uma olhada na Avenida José Moreira, em Mauá. No início estava bem clarinho, agora já perdeu luminosidade e não vejo nenhuma manutenção.
André Schikanowski
do Facebook


Abono
Eu quero saber se trabalhador neste País é só caminhoneiro (Governo estuda criar abono a caminhoneiros e aumentar o vale-gás). Aposentados e trabalhadores desse País também utilizam combustível e não podem pagar.
Lindomar B. Siqueira
do Facebook


Gratidão
Sou morador do bairro Taboão, em São Bernardo, e digo que foi necessária a gestão Orlando Morando e Marcelo Lima para que chegassem as lâmpadas LED (Light Emitting Diode – Diodo Emissor de Luz, na tradução)na iluminação pública da cidade. A economia na conta de energia será tão grande que não dá para entender como isso não foi feito antes, sem contar na questão da segurança, que ajudará muito!
Vitor Luis Máximo
São Bernardo


Petrobras
Objetivando penalizar a Petrobras pelo seu elevado lucro, os nossos deputados e senadores querem reduzir os preços dos combustíveis e dobrar a carga tributária. Será tiro no pé. É elementar. Em toda atividade comercial o custo sempre é repassado ao consumidor, inclusive a carga tributária. Ou seja, mais imposto eleva ainda mais o valor dos combustíveis. O Legislativo pode ajudar: exigir que a refinaria informe em todo primeiro dia útil do mês o preço dos combustíveis que será válido para aquele mês e, sobre ele, limitar em, no máximo, 10% o ICMS estadual. Outra forma de o Legislativo ajudar é cancelar ou reduzir os royalties pagos pela petrolífera.
Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha (ES)


Ex-ministro preso
Pastores presos por receberem verbas da educação, enquanto vemos crianças naquelas escolas precárias e mesmo assim indo estudar para serem alguém na vida, crianças que não têm o que comer e falta merenda na escola etc (Ex-ministro da Educação é preso por esquema de liberação de verba). O dinheiro (que seria) para isso está tudo indo para o bolso dos ‘senhores dos céus’. Imagina ir para o céu com essa galera.
Rodrigo Braga
do Facebook


Pobreza
Triste retrato do Brasil, em que mais de 2 milhões de famílias passam fome e, mesmo na fila, não conseguem o Auxílio Brasil! Se em 2014, quando o País saiu do Mapa da Fome da ONU (Organização das Nações Unidas), havia 9,5 milhões de brasileiros, ou 4,7% da população, passando fome, hoje, infelizmente, acumulamos 33 milhões, ou 15,4% da população sem ter o que comer! Para piorar, a fila para entrar como beneficiário do Auxilio Brasil, que entre novembro de 2021 e janeiro deste ano era de 1,3 milhão, quase dobrou, para 2,45 milhões de famílias entre março e abril. Melhor combustível é acabar com a fome e dar o mínimo de dignidade social.
Paulo Panossian
São Carlos (SP) 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;