Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Alinhados, Sainz e Perez explicam acidente no classificatório: 'Isso é Mônaco'



28/05/2022 | 15:16


"Isso é Mônaco". Os pilotos Carlos Sainz, da Ferrari, e Sergio Perez, da Red Bull, usaram o mesmo argumento para resumir a batida entre ambos no fim do treino classificatório que definiu o grid de largada para o GP de Mônaco.

O acidente aconteceu depois de o mexicano Perez perder a traseira e bater no muro de proteção pouco antes do túnel e ficar com o carro atravessado na pista. Na sequência, o espanhol trombou com a sua Ferrari logo após fazer a curva. Ninguém se feriu.

"Eu vi a bandeira amarela tarde demais", afirmou Sainz, via rádio e ainda dentro do carro. "Quando entrei para a curva e vi a bandeira amarela, sabia que um carro havia batido, mas você não sabia onde ocorreu. Você entra na curva sem saber e, então, eu pisei no freio e acabei batendo a traseira", completou o espanhol em entrevista coletiva.

"Basicamente não houve tempo, mas isso é o que acontece em Mônaco", disse o ferrarista. "Parece que é tradição que alguém bata na minha frente justamente na volta mais emocionante (dos treinos) em Mônaco", disse, lembrando do acidente de Charles Leclerc, em 2021.

Para Perez, a escolha dos pneus prejudicou. "Foi uma pena e sinto muito pelo Carlos e aos demais pilotos, mas isso é Mônaco", disse o mexicano.

ALONSO TAMBÉM PAROU NO MURO

O veterano piloto Fernando Alonso, da Alpine, foi outro que sofreu acidente (sem gravidade) no treino classificatório. O espanhol bicampeão da F-1 assumiu o erro.

"Perdi a concentração e acabei brecando tarde demais", disse. "Primeiramente peço desculpas para a equipe, porque cada erro este ano custa muito dinheiro. É difícil de aceitar e não estou orgulhoso do meu treino. Espero que amanhã (domingo) faça um trabalho melhor", completou Alonso, campeão da F-1 em 2005 e 2006. Ele vai largar na sétima colocação, uma posição à frente do inglês Lewis Hamilton, da Mercedes.

O acidente de Sainz com Perez, que ocorreu no Q3, antecipou o fim do treino com os tempos adquiridos antes do acidente. Assim, Charles Leclerc, da Ferrari, ficou com a pole com 1min11seg376. Sainz vai largar em segundo ao marcar 1min11seg601. Perez ficou logo atrás com 1min11seg629. O holandês Max Verstappen, também da Red Bull, e atual líder da temporada, sairá em quarto (1min11seg666).

O GP de Mônaco começa às 10h de Brasília deste domingo. O líder do campeonato é Verstappen com 110 pontos, seguido por Leclerc (104) e Perez (85). Sainz é o quinto, com 65 pontos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;