Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Franca quer coroar reconstrução no basquete com o primeiro título do NBB



27/05/2022 | 21:00


É necessário voltar alguns anos para explicar o tamanho da importância para Franca da final do Novo Basquete Brasil que começa neste sábado. Com uma enorme tradição na modalidade, o time do interior de São Paulo ficou próximo de fechar suas portas em 2015, acometido pela falta de dinheiro. Agora, após um longo caminho de reconstrução, tem chance de conquistar o NBB pela primeira vez.

O processo teve participação ativa de Helinho, filho do lendário Hélio Rubens. O treinador assumiu em 2016 com um orçamento diminuto, que comportava uma folha salarial de apenas R$ 95 mil mensais. Sofreu, foi subindo degraus, conquistou títulos (Paulista, Liga Sul-Americana e Copa Super 8) e, com o aporte financeiro de Sesi, se tornou novamente uma potência no basquete. Falta o título nacional.

A final será novamente contra o Flamengo, o mesmo rival que o derrotou na decisão da temporada 2018/2019. Foi no quinto e último jogo e no Pedrocão. Franca espera que, desta vez, o fator casa possa ser determinante. Dono da melhor campanha na fase de classificação, com 29 vitórias e três derrotas, o time francano terá vantagem de atuar três vezes em seu ginásio.

Pelo formato da série final, o primeiro jogo acontece em Franca. O segundo e o terceiro no Maracanãzinho, no Rio, e, se necessário, mais duas partidas no Pedrocão. Em seu ginásio, o time paulista venceu todos os 16 jogos na temporada regular. Nos playoffs, mais três triunfos em casa. Além disso, o time de Helinho superou o de Gustavo de Conti nos dois encontros no NBB: 80 a 65 e 90 a 85.

"O Flamengo é o atual campeão, chegamos para bater de frente. Na fase de classificação, Franca e Flamengo foram os primeiros colocados, então era uma final já esperada. O nosso time está bem concentrado, bem fechado, e temos peças muito boas para trazer esse título para Franca", afirmou Georginho, em entrevista ao site do NBB.

O armador, que foi vice-campeão do NBB na temporada passada pelo São Paulo, é um dos pilares da equipe, ao lado de Lucas Mariano, Lucas Dias e David Jackson. Georginho é o líder da equipe em rebotes (8,3) e assistências (5,5). Já o maior pontuador é Lucas Mariano, com média de 19,4 pontos. Franca ostenta uma média de 89,2 pontos no ataque e permite apenas 77,1 pontos na defesa.

Já o Flamengo conta com o bom momento de Yago. O armador é o líder em pontuação (13,1 pontos) e nas assistências, com 5,9. Olivinha é o principal reboteiro, com 5,7 de média. O ataque da equipe de Gustavo de Conti registra média de 87,4 pontos e sofre 73 pontos por partida.

"É um time que tem vantagem do mando de quadra, então acho que o primeiro jogo fora de casa vai ser muito difícil. É um jogo muito importante pra gente conseguir uma vitória e trazer esta decisão para a nossa casa. Com certeza, se fizermos o nosso melhor, vamos conseguir sair vencedores. Temos de pensar um pouquinho em cada jogo, cada partida é uma história diferente e precisamos ir com força total", disse Rafael Mineiro, do Flamengo, ao site do NBB.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;