Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Transparência


Do Diário do Grande ABC

26/05/2022 | 23:59


Uma das histórias mais nebulosas envolvendo contratos públicos firmados no Grande ABC durou menos de 24 horas após este Diário revelá-la, com absoluta exclusividade. No mesmo dia em que este jornal trazia em suas páginas a notícia de que a FUABC (Fundação do ABC) contratara por R$ 3,6 milhões por ano a empresa Ecco Centro de Endoscopia, que tem entre seus sócios o filho do vice-prefeito de São Caetano, a instituição anunciou a suspensão do contrato.


Também sobrestou “qualquer pagamento relativo à execução de serviços” realizados pela firma, que foi admitida para fornecer equipamentos e realizar exames no são-caetanense Complexo Hospitalar Municipal. Trata-se de medida prudente e acertada, já que havia sinais suficientes de que alguma irregularidade poderia ter sido cometida no processo licitatório. Como a surpreendente desclassificação da concorrente que apresentou o menor preço (!) e a possibilidade de vazamento de informação privilegiada aos executivos da Ecco, dirigida por herdeiro de político influente tanto na região quanto na Fundação do ABC.


Faz mais de um mês que a FUABC está acéfala. Após a renúncia de Regina Maura Zetone, em 18 de abril, a presidência tem sido ocupada interinamente pelo vice Luiz Mario Pereira de Souza Gomes, cujo grupo de apoio – capitaneado pelos prefeitos tucanos Orlando Morando (São Bernardo) e José Auricchio Júnior (São Caetano) – manobra para impedir a posse de Maria Odila Gomes Douglas, indicada por Santo André.


A exposição do episódio envolvendo o empresário Álvaro Moura Seraphim, filho do vice-prefeito são caetanense Carlos Humberto Seraphim, talvez explique por que existem tantos empecilhos no caminho de quem tenta terminar com a interinidade no comando da Fundação.


É por isso que a sociedade não pode se descuidar do que ocorre nas entranhas da FUABC, cujo orçamento é bilionário. A suspensão do contrato com a Ecco, no mesmo dia da publicação da reportagem do Diário, é uma vitória incontestável da transparência! 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;