Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

PRF afasta agentes envolvidos após morte em 'câmara de gás' no Sergipe



26/05/2022 | 21:01


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afastou os agentes envolvidos no caso de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, morto em uma viatura da corporação nessa quarta-feira, 25, em Umabaúba, no interior do Sergipe. O caso provocou consternação nacional após circularem as imagens do homem preso no porta-malas de uma viatura da PRF tomada por gás lacrimogêneo. A vítima morreu asfixiada e, segundo familiares, sofria de esquizofrenia.

O órgão, que abriu processo disciplinar sobre o caso, não informou qual foi o número de agentes afastados. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, disse nesta quinta-feira, 26, ter determinado a abertura de investigações pelas Polícia Federal (PF) e pela PRF sobre o assassinato.

No Twitter, Torres escreveu que o objetivo da pasta é "esclarecer o episódio com a brevidade que o caso requer". A PRF informou em nota à imprensa que "está comprometida com apuração inequívoca das circunstâncias relativas à ocorrência".

Em nota, a PRF disse estar "comprometida com a apuração inequívoca das circunstâncias relativas à ocorrência, colaborando com as autoridades responsáveis pela investigação". A instituição reforçou ainda "seu compromisso com a transparência e isenção,valores que sempre marcaram sua atuação em 93 anos de história".

Os agentes envolvidos na ocorrência alegam que a vítima resistiu à abordagem e precisou ser contida com armas não letais. Nos vídeos que circulam na internet com o registro do ocorrido, os agentes rodoviários aparecem pressionando a perna de Genivaldo contra o porta-malas, a essa altura tomado por fumaça. É possível ouvir os gritos da vítima, enquanto cidadãos que filmam o caso dizem que a ação levaria a morte do homem.

Um sobrinho de Genivaldo contou que o tio foi abordado quando pilotava uma motocicleta. Ele transitava de moto pela BR-101, na área urbana de Umbaúba, quando foi parado pelos policiais rodoviários federais. De acordo com testemunhas e imagens divulgadas em redes sociais, Genivaldo obedeceu a ordem de parada, colocou as mãos sobre a cabeça e foi revistado.

Quando os policiais o questionaram sobre cartelas de comprimidos encontrados em seu bolso, ele esboçou uma reação. Os policiais usaram spray de pimenta para derrubar e imobilizar o homem. Um dos agentes chegou a colocar o joelho em seu pescoço. Em seguida, ele foi amarrado e colocado no porta-malas do camburão.

Genivaldo foi levado para a delegacia da Polícia Civil, onde foi constatado que a vítima estava desacordada. Ele ainda foi levado ao Hospital José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito. O corpo foi levado para perícia no Instituto Médico-Legal (IML) de Aracaju.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;