Fechar
Publicidade

Sábado, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Prefeitura e servidores fazem acordo por reajuste

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Funcionalismo terá correção salarial média de 12,34%, além de aumento em benefícios


Da Redação

26/05/2022 | 09:00


A Prefeitura de Diadema e o Sindema (Sindicato dos Servidores Públicos de Diadema) chegaram a um acordo de reajuste salarial e aumento de benefícios que resultará em acréscimo de 12,34%, na média, aos rendimentos do funcionalismo. É o maior percentual médio aplicado na região. As negociações foram fechadas em reunião na segunda-feira e, no mesmo dia, os trabalhadores aprovaram a proposta.

A proposta da administração, que agora enviará projeto para aprovação da Câmara, prevê reajuste de 4% a partir de julho e outros 3% em outubro. Em relação aos benefícios, haverá acréscimo de 30% no vale-refeição, que irá para R$ 242, e no vale-alimentação, que será de R$ 422 – os dois já a partir de maio. O projeto do Executivo estabelece também aumento de 2% em julho e mais 2% adicionais nesses dois benefícios a partir de outubro, quando o vale-alimentação chegará a R$ 439 e o de refeição, a R$ 251.

Soma-se a essa lista abono de R$ 600 (pago em duas parcelas, em janeiro e fevereiro), incorporação de R$ 150 para todas as categorias, o chamamento de novos servidores públicos por meio de concurso público e o reequilíbrio das contas do Ipred (Instituto de Previdência do Servidor de Diadema), que corria risco de insolvência e poderia prejudicar os 7.000 funcionários da ativa e os aposentados.

Segundo a administração, a valorização dos servidores públicos envolve a readequação do piso salarial de diversas categorias, dentro de uma visão de melhoria da condição de trabalho da base do funcionalismo. Os agentes de cozinha I, com readequação do piso e as melhorias da oferta da Prefeitura, terão reajuste de 54% nos ganhos, o que elevará os vencimentos de R$ 1.106,16 para R$ 1.704,10.

No caso de ACS (Agente Comunitário de Saúde) eACE ( Agente de Combate às Endemias), o aumento chega a 43%. Para agentes administrativos I e II, agentes de serviço I,da GCM (Guarda Civil Municipal), agente de cozinha II, Guarda Civil Patrimonial e motorista, a alta é de 20%. No magistério, o reajuste é de 16%. Todos percentuais acima da inflação.
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;