Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Para Guedes, democracia brasileira 'é barulhenta, mas funciona'



26/05/2022 | 08:51


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que acredita na democracia brasileira, que é barulhenta, mas funciona. "O que estamos vendo é uma demarcação de territórios", disse ele a jornalistas nesta quinta-feira, 26, após encerrar participação no Fórum Econômico Mundial, em Davos.

"São Poderes independentes e eles tentam demarcar territórios. Então às vezes, o Supremo vai e entra no IPI ou ICMS, invadindo um pouco o território do outro. Aí o Legislativo empurra de volta", afirmou.

Guedes citou outro exemplo dessa "demarcação", de o Supremo tentar impedir Jair Bolsonaro de tentar nomear o delegado chefe da Polícia Federal. "Aí o Executivo disse 'esse território é meu, você está invadindo meu território, todos os presidentes nomearam'."

"Temos que respeitar todos os Poderes, inclusive a Presidência da República, ela é uma instituição democrática", afirmou. O ministro avalia que falta respeito em todos os lugares.

Havia uma descrença, sobretudo no exterior, sobre a funcionalidade da democracia brasileira, ressaltou. "Muita gente vendeu que a democracia estava em risco porque Bolsonaro ganhou. Só pode eleger um cara de esquerda?", questionou Guedes, argumentando que Bolsonaro tem direito a ter suas opiniões.

Essa descrença com a democracia e o funcionamento da economia, disse o ministro, acabou, sobretudo quando o Brasil avançou em reformas difíceis, como a da Previdência. "A democracia brasileira é barulhenta, mas é uma democracia e funciona."

No exterior, a "descrença e hostilidade" foram substituídas pela palavra respeito, ressaltou Guedes, destacando que é justamente o respeito que falta dentro do Brasil. "Todo mundo está faltando respeito, faltando tolerância."

PT

Na entrevista, Guedes alfinetou o PT, que segundo ele quebrou o Brasil sem nenhuma guerra ou uma pandemia, como enfrentou o governo de Jair Bolsonaro. "O PT já tinha hipotecado o futuro das gerações sem ter havido uma guerra."

O lado positivo da social-democracia, disse o ministro, foi a inclusão de milhões na classe média, mas isso ao custo de corrupção, juro alto e roubalheira.

Se os sociais-democratas vencerem em outubro, é estagnação econômica e corrupção, prevê Guedes. "A social-democracia tem coração macio, mais cabeça dura."



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;