Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Primeira Bienal do Lixo terá mostra de cinema e oficinas



26/05/2022 | 08:05


O Parque Villa-Lobos carrega uma história de transformações. O terreno de 732 mil m² localizado na zona noroeste de São Paulo já foi um dos maiores lixões da cidade, na década de 1980, quando para lá iam os descartes do Ceagesp e de construtoras. Em 1994, a Prefeitura iniciou um plano para a preservação da área. Quase 30 anos depois, ocorre nesta quinta-feira, 26, a primeira Bienal do Lixo de São Paulo.

"O parque é um dos maiores exemplos de como é possível fazer uma mudança radical quando se pensa em sustentabilidade", conta ao Estadão o curador da Bienal do Lixo, Mário Farias, que com Rita Reis arquitetou o projeto. Na programação, serão três eixos temáticos que englobam exposições de artistas em diálogo com a temática ambiental, oficinas que vão oferecer ao público dinâmicas para praticar a conservação e a Mostra de Cinema, que debaterá a preservação ambiental.

FILMES

Com curadoria de Luanna Negreiros, Roberto Gazzi e Junior Baaruch, a Mostra de Cinema vai ocupar a Biblioteca do parque. São 18 filmes, que buscam diálogo com a sustentabilidade e ecologia.

Para Negreiros, fazer a curadoria da primeira edição da Bienal do Lixo foi um desafio por conta da riqueza de materiais. A produtora cultural chegou a assistir a mais de 300 curtas. "Procurei fazer uma seleção que juntasse produções informativas para dialogar com todas as classes", diz. Segundo Farias, faltam ainda informações básicas para o cotidiano, como tutoriais sobre descarte e a importância de se reciclar. "A Bienal quer prestar esse serviço para que as pessoas possam entender a importância das ações pequenas no impacto à natureza."

Durante a seleção de obras, o meio ambiente está no centro do debate. Entre os nomes, estão o paulista Jorge Solyano com suas esculturas e o muralista Ubiratan Fernandes.

Na Mostra de Cinema, destaque para o diretor Sérgio Kalili e seu curta Abelhas, lançado pela Liga da Mata, em que ele chama a atenção para o problema da extinção desses insetos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;