Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Mundo ganhou 573 novos bilionários durante pandemia de covid, diz Oxfam



23/05/2022 | 17:43


O mundo tem 573 novos bilionários desde o início da pandemia, segundo o relatório "Lucrando com a dor" da ONG Oxfam, publicado nesta segunda-feira, 23, durante o primeiro encontro presencial do Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça) em dois anos. Desde 2020, um novo bilionário surgiu a cada 30 horas, aponta o levantamento.

Os dados, baseados na lista de bilionários da Forbes, dão destaque para a crescente desigualdade global desde o começo da pandemia.

No período, o patrimônio dos bilionários teve alta de 42% - um aumento real de US$ 3,78 trilhões.

Hoje, a riqueza total dos 2.668 bilionários existentes no planeta equivale a 13,9% do Produto Interno Bruto (PIB) global, um total de US$ 12,7 trilhões (cerca de R$ 61 trilhões).

O valor é quase o triplo do registrado em 2000, quando representava 4,4% do PIB mundial.

No estudo, Oxfam mostra que os bilionários e corporações dos setores alimentício, energético, farmacêutico e tecnológico foram os mais beneficiados durante a pandemia.

Elon Musk, no topo da lista dos mais ricos do mundo, poderia perder 99% de sua fortuna e ainda estaria entre os 0,0001% dos mais ricos, afirma o relatório.

A pandemia aprofundou ainda as desigualdades de gênero, de renda, racial e entre países ricos e países de baixa renda, aponta o relatório. A desigualdade no acesso à assistência médica de qualidade também ficou em evidência no período.

Os dados utilizados pela Oxfam consideram o período entre 18 de março de 2021 e 11 de março de 2022.

As riquezas divulgadas pela Forbes de março de 2020 foram corrigidas pela inflação de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor dos Estados Unidos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;