Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Luiza Brunet defende Yasmin de declarações feitas por Simone Medina: -Só quem pode avaliar o que realmente aconteceu é o ex-casal



22/05/2022 | 15:10


Luiza Brunet completa 60 anos de idade na próxima terça-feira, dia 24, e em conversa com o jornal O Globo, a musa falou sobre diversas áreas de sua vida, como a questão de envelhecer, relembrou momentos difíceis de sua vida e também falou da filha, Yasmin Brunet. Para Luiza, envelhecer faz parte da vida e é algo que precisa ser aceito por todos.

- É preciso ter maturidade para entender que a beleza é passageira. Passamos mais tempo nessa vida envelhecendo do que jovens. É claro que existe aquele momento, bem no fim da adolescência, que é lindo. Mas passa. Aí vem o charme do tempo. Acredito piamente que minha melhor fase chegou aos 50 anos. Eu me sinto bem fisicamente, sexy e interessante. Se me oferecessem a oportunidade de entrar numa máquina e voltar aos 20, agradeceria e recusaria. Quero morrer com cento e poucos anos. Estou trabalhando duro para isso.

Em 2016 a modelo sofreu uma série de agressões brutais pelo seu companheiro da época, o empresário Lírio Parisotto. A tragédia fez com que Luiza passasse a defender e lutar por mulheres que sofrem abusos ou violência doméstica, mas ela conta que nunca imaginou se se tornaria a ativista que é hoje em dia:

- De jeito nenhum. Quando fiz a denúncia, minha voz ecoou e passei a ser chamada para dividir minha história. Viajo pelo mundo ajudando outras mulheres. Mas me preparei para isso. Agora mesmo estou estudando minuciosamente nossa constituição, entendendo melhor a posição que ocupamos na sociedade. Não podemos nos calar. Se não tomarmos uma atitude, seremos oprimidas pelo resto da vida.

Sobre a denúncia, ela disse que o único medo que sentiu foi em relação ao seu agressor, por ele ser uma pessoa influente.

- Muitas mulheres me criticaram, atiraram pedras. Mas o maior temor era sofrer retaliações do meu agressor. Lírio é um homem com poder econômico e influente. E, de fato, alguns projetos não foram para a frente. Não estou acusando ninguém, porém o filme que fariam sobre minha vida está paralisado. Mas esse projeto sairá do papel nem que eu banque do meu bolso. É uma questão de honra.

Sobre Yasmin, Luiza comentou o relacionamento da filha com Gabriel Medina, e também a defendeu em relação às falas da mãe do surfista, Simone Medina, que chegou a dizer em entrevista que não era amor o que tinha entre os dois.

- Conheci o Gabriel no começa da história. Minha filha e ele viveram um romance lindo. Eram muito apaixonados. Mas a coisa foi conduzida de um jeito triste nesse final. Só quem pode avaliar o que realmente aconteceu é o ex-casal. Não podemos sair por aí falando se era ou não amor. Não temos o direito de dar uma opinião tão contundente. Espero que um dia a Yasmin possa contar sua versão. No momento, acho prudente esse silêncio. Aprendi com minhas experiências a ter controle e não sair por aí desabafando no calor das emoções.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;