Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Britney Spears manda família ir para o inferno após suposta tortura psicológica: 840 horas de terapia indesejada



22/05/2022 | 09:10


Britney Spears teve seu período sombrio após atingir o sucesso: ela encarou problemas com os filhos, com remédios e até casamentos relâmpagos. Depois, a cantora, nascida no dia 2 de dezembro de 1981, foi aos poucos retomando sua vida e novamente conquistou o sucesso. Um dos problemas mais recentes, por exemplo, envolvia a questão da tutela imposta sobre ela, que estava sob comando de seu pai, Jamie Spears. Felizmente, a Justiça norte-americana colocou um fim e agora ela pode tomar as rédeas da própria vida.

No último sábado, dia 21, a loira se revoltou na internet e mandou a família ir para o inferno por ter tolerado suposta tortura psicológica. Nas redes sociais, a artista postou um vídeo com simulações de sessões de terapia que teria sido forçada a fazer durante os anos de tutela.

Logo nas primeiras cenas, é possível ouvir a voz de Britney interpretando uma pessoa dizendo que ela precisaria de apenas mais dois ou três encontros e estaria liberada. Em seguida, Spears mostra que não foi bem assim e as consultas continuaram sem a opção de desistência.

Depois de fazer exatamente 840 horas de terapia indesejada em uma cadeira, esta é a minha mensagem para todos os meus terapeutas e pessoas que pegaram meu dinheiro: Beije o meu c*. Acho que sou uma estudiosa neste momento. Novamente para minha família que tolerou essa tortura, vou dizer até o dia que eu morre: Vá para o inferno! E se você acha que estou mentindo ou isso é impossível de fazer, faça sua pesquisa! É estranho ou desconfortável assistir esse vídeo? Bom, escreveu na legenda.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;