Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 30 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

O livre direito de ir e vir


Do Diário do Grande ABC

21/05/2022 | 08:04


A administração do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), resolveu tomar uma decisão radical: levar à força o morador em situação de rua para dormir em abrigo quando a temperatura estiver inferior a 5ºC. Além de esbarrar do constitucional direito de ir e vir de qualquer cidadão, a medida adotada pelo governo tucano também traz elementos que geraram muitas críticas de quem entende, de fato, de políticas assistenciais.


Abordar um morador que se encontra no díficil momento de viver nas ruas é muito mais do que uma ação de força. É um trabalho de convencimento, de assistência social, de mão estendida. É uma ação que requer confiança daquele que se propõe a ajudar o morador e levá-lo para um espaço mais digno. Mas isso só faz sentido se um detalhe for observado: ele tem que querer. E ponto final.


Como justificativa, Orlando Morando disse que a medida está amparada por decisão judicial. Ida Inês Del Cid, da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Caetano, concedeu a autorização para a Prefeitura. Mas, em sua explicação, o político mostra não entender nada do que leva muita gente a enfrentar as noites nas vias do município. Para espanto de muita gente, ele afirmou, durante live, que as pessoas optam por morar nas ruas, sem levar em consideração outros elementos que levam a esta triste situação.


A prova mais contundente de que Orlando Morando não está no caminho certo nesta questão está justamente nas avaliações contrárias de especialistas. Para o advogado Ariel de Castro Alves, referência em políticas de direitos humanos, falar que alguém escolhe ir para as ruas mostra “um pensamento egoísta e elitista de quem tem emprego, salário e casa confortável”. Thiago da Silva Quintanilha, coordenador regional do Movimento Nacional da População de Rua, fala em ação higienista da Prefeitura.


Como disse quem de fato entende do assunto, se Orlando Morando quer mesmo olhar para essas pessoas, certamente o caminho não é esse. É necessário mais sensibilidade e menos julgamento, prefeito. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;