Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Polícia investiga chute de Vieira em torcedor e invasão após vitória do Everton



20/05/2022 | 15:32


A virada por 3 a 2 do Everton sobre o Crystal Palace, com direito a gol do brasileiro Richarlison, na quinta-feira, terminou com invasão de gramado e uma agressão cometida pelo ex-volante Patrick Vieira, técnico do Palace, contra um torcedor. Tais episódios preocuparam as autoridades britânicas, por isso a polícia e a Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) abriram investigações para apurar os fatos.

O gramado do Goodison Park foi invadido em um momento de euforia, já que o resultado livrou o time de Liverpool do rebaixamento, mas, aparentemente, nem todos os invasores estavam dedicados apenas a celebrar. Um deles teria insultado Vieira, que, como é possível ver em um vídeo gravado no estádio, revidou chutando o autor do insulto.

Frank Lampard, treinador do Everton, falou sobre o ocorrido depois da partida e disse "sentir muito por Patrick", mas defendeu o direito de torcedores invadirem o campo. "Foi pura alegria dos torcedores que entraram no gramado depois de evitar o rebaixamento. Se for feito da maneira correta, temos que deixá-los ficar em campo, terem o momento deles", afirmou o ex-meio-campista.

A polícia de Merseyside afirmou que está trabalhando com o Everton para juntar as imagens da confusão e ouvir testemunhas. Alinhada às forças de segurança, a FA adotou um tom duro ao comentar o assunto, pois episódios desse tipo têm se repetido com frequência no futebol inglês.

"Os clubes desempenham um papel vital na resolução deste problema e eles precisam evitar que invasões de campo ocorram, bem como tomar sua própria ação contra aqueles que quebram as regras e a lei", disse a FA em comunicado divulgado nesta sexta-feira. "Estamos bastante preocupados com o crescimento de comportamento antissocial de torcedores neste final de temporada. Essas ações estão colocando jogadores e torcedores em grande risco", completou.

Na última terça-feira, em outra invasão de gramado, um torcedor do Nottingham Forest agrediu Billy Sharp, jogador do Sheffield United, ao fim do playoff semifinal de acesso à primeira divisão inglesa. Também nesta semana, na quarta divisão da Inglaterra, outro invasor de campo empurrou um atleta do Mansfield, um dia antes de o técnico do Swindon, Ben Garner, relatar que seus jogadores foram vítimas de agressões físicas e verbais.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;