Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Nossa Senhora da Salete. Uma história de 60 anos. Vai ter festa na Vila Helena.

Com uma missa solene e venda de fogazza, a paróquia reviverá o Jubileu de 2002, quando uma placa descerrada pelo bispo diocesano dom Nelson Westrupp marcou os 50 anos de sua criação


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/05/2022 | 12:05


A missa solene será celebrada na próxima quinta-feira, dia 26 de maio, às 19h30; a venda de fogazza, destinada às obras de reforma da igreja, está marcada para o próximo final de semana, dias 28 (sábado) e 29 (domingo).

O livro “Semente do Grande ABC”, editado em 1992 pela Basílica da Boa Viagem, em São Bernardo, traz a história da Paróquia Nossa Senhora da Salete, com todos os seus párocos desde a fundação, em 1962.

Criada pelo primeiro bispo da Diocese de Santo André, dom Jorge Marcos de Oliveira, em 26 de maio de 1962, a paróquia teve, desde então, os párocos Leonardo Refiski (que foi o primeiro), João D’Osvaldo e João José de Sousa, o padre Joãozinho, que ocupava o posto quando o livro foi editado.

Na atualização da lista dos novos párocos, feita por José Carlos Pereira e Jefferson Fontes, aparecem os nomes dos padres José Aparecido Cassiano, Nelson Rosselli Filho e José Silva, o atual, que assumiu em 23 de outubro de 2021.

A Paróquia de Nossa Senhora da Salete foi desmembrada de outras duas paróquias, a Joana D’Arc (Vila Vitória) e Santa Cruz (bairro Silveira). A princípio seria dedicada ao Sagrado Coração de Maria. A festa da padroeira escolhida, Nossa Senhora Salete, é celebrada em 19 de setembro.

DEPOIMENTOS

“Padre José Nasser veio de Minas Gerais para a Vila Vitória e nos procurou aqui na Vila Helena porque na sua paróquia havia muito mato e ele tinha medo de ficar lá. Com o padre José nasceu a ideia da construção da igreja. O Dr. Siqueira (José Balbino de Siqueira, loteador de Vila Helena) queria se desfazer da sua chácara. Nós aproveitamos para comprar o terreno dele, sem nenhum desconto. Foram comprados 1.008 m2”.
Cf. José Gulmini, dos primeiros moradores da Vila Helena; mesa-redonda realizada em 1989, com publicação no livro “Semente do Grande ABC”, 2012.

“Primeiro foi construída uma capela de tábuas. Em seguida, um salão. A capelinha de madeira ficou como salão de baile. Ali eram feitas as quermesses”.
Cf. Mália Chiarelli. Idem.

Crédito da foto – Acervo: Paróquia Nossa Senhora da Salete

IRMANDADE. Primeiros integrantes do Apostolado da Oração, com o padre Leonardo Refiski ao centro. Olga Gulmini foi a primeira presidente e entre as participantes estavam Lina Ventura e Zuleica Barala

DIÁRIO HÁ MEIO SÉCULO
Domingo, 21 de maio de 1972 – ano 14, edição 1848

SEBASTIÃO MILARÉ – No Teatro Municipal de Santo André está sendo levado um dos mais lindos espetáculos vistos no Brasil nos últimos anos, “Aleijadinho, aqui, agora”, obra de Lafayette Galvão.

NOTA - O texto, de página inteira, é de Sebastião Milaré, crítico e teórico do teatro, estudioso da obra de Antunes Filho. Sebastião Milaré, em sua biografia, cita sua participação como crítico cultural no Diário do Grande ABC. Tinha, então, menos de 30 anos e deixou páginas que enriquecem a linha editorial do Diário.

Do Diário, Sebastião Milaré partiu para uma carreira consagradora. Foi curador teatral do Centro Cultural São Paulo entre 1994 e 2010.
Natural de Guapiaçu (São Paulo), onde nasceu em 1945, Milaré partiu em 2014, quando residia no Centro de São Paulo. Recentemente, havia participado da produção de programas relacionados a teatro no canal a cabo Sesc TV.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sexta-feira, 22 de maio de 1992 – ano 34, edição 8079

CULTURA E LAZER – Espetáculos programados para aquela sexta-feira no Grande ABC:

Show com o cantor Jessé no Centro esportivo Gisela, em São Caetano.

Show com Leadro e Leonardo na Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo.

“Bravo, Bravíssimo”, com Dercy Gonçalves, no Plaza, em São Caetano.

EM 22 DE MAIO DE...

1897 – Juizado de Paz de Ribeirão Pires realiza o primeiro casamento: João Francisco de Morais, natural de Santos, com Maria de Lima de Jesus, nascida em Mogi das Cruzes. O casal já residia em Ribeirão Pires.

1902 – Em 21 de maio, Bernardino de Campos foi eleito presidente do Estado de São Paulo, cargo exercido anteriormente entre 1892 e 1896. Assumiu o governo paulista em julho de 1902.

1932 – No campo do São Caetano EC, iniciando a disputa do campeonato da Primeira Divisão da Apea, série A, São Caetano 0, EC Cama Patente 2.

O São Caetano jogou com Manile; Tardine e Perrella, Garcia, Martorelli e Hespanhol; Mesquita, São Bernardo, Belladona, Zeca e Eduardo.
Na preliminar, 3 a 1 para o São Caetano.

Terminaram as greves dos operários em fábricas de tecidos, de calçados e de vidros e a dos empregados em hotéis e similares.
Padeiros e confeiteiros continuavam parados. Houve depredação de carrinhos de entrega de pão. Os grevistas agrediam os condutores, cortavam os arreios dos animais e inutilizavam o pão. A sede do Sindicato dos Padeiros, na Rua Brigadeiro Tobias, 90, em São Paulo, foi fechada pela polícia.

1957 – São Paulo aprovava plano de alargamento da Rua das Juntas Provisórias, no trecho entre a Avenida do Estado e a projetada avenida de ligação entre a Capital e São Caetano.

Santo André participava do Troféu Bandeirantes nas modalidades bola ao cesto (com o Aramaçan), vôlei masculino (com o Randi) e futebol de salão (com o CA Pirelli).

MUNICÍPIOS BRASILEIROS

No Estado de São Paulo, hoje é o aniversário de Bom Jesus dos Perdões, Fernandópolis, Igarapava, Neves Paulista, Pederneiras, Sales Oliveira, Santa Branca, Santa Rita d’Oeste e Santa Rita do Passa Quatro.

Pelo Brasil: em Minas Gerais, Brasilândia de Minas, Extrema, Medina, Santa Rita de Jacutinga e Santa Rita do Sapucaí; no Rio de Janeiro, Itaboraí; em Alagoas, Cajueiro; no Rio Grande do Sul, Mariano Moro e Palmitinho; no Ceará, Pacajus e Pires Ferreira; no Mato Grosso, Rio Branco; e em Goiás, Trombas.

SANTAS DO DIA

Rita de Cássia, Quitéria, Catarina de Gênova e Julia de Cartago.

HOJE

Dia do Apicultor, Dia Internacional da Biodiversidade e Dia do Abraço.

Falecimentos

Santo André

Sebastiana Batista Ferreira, 96. Natural de Monteiro (Paraíba). Residia no Jardim Irene, em Santo André. Dia 17. Cemitério Nossa Senhora do Carmo, Curuçá.

Dilce Oliveira Pereira, 92. Natural de Corumbataí (São Paulo). Residia no bairro Camilópolis, em Santo André. Dia 17. Cemitério Sagrado Coração de Jesus.

Moacyr José de Oliveira, 87. Natural de Vargem (São Paulo). Residia na Vila Suíça, em Santo André. Dia 17, em Santo André. Cemitério Municipal de Pinhalzinho (São Paulo).

São Bernardo

Antonia Martins da Silva, 88. Natural de Independência (Ceará). Residia no bairro Planalto, em São Bernardo. Dia 14, em São Bernardo. Cemitério Municipal de Ematuba, Distrito de Independência (Ceará).

São Caetano

Emídio Severino da Silva, 86. Natural de São Vicente Ferrer (Pernambuco). Residia no Centro de São Caetano. Dia 15. Cemitério da Saudade, bairro Cerâmica.

Diadema

Balbina Oliveira Tavares, 68. Natural de Ubatã (Bahia). Residia no bairro Piraporinha, em Diadema. Dia 16, em São Bernardo. Memorial Jardim Santo André.

Mauá

Maria Desuita da Silva, 99. Natural de Capela (Sergipe). Residia na Vila Noêmia, em Mauá. Dia 17, em Santo André. Vale dos Pinheirais.

Ribeirão Pires

Gilson Felix de Brito, 71. Natural de Serra Azul de Minas (Minas Gerais). Residia no bairro Barro Branco, em Ribeirão Pires. Dia 16. Cemitério São José. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;