Fechar
Publicidade

Domingo, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

O dilema de Cabo Angelo em Diadema


Da Redação

20/05/2022 | 10:11


O vereador Cabo Angelo (PV), de Diadema, está em uma saia justa eleitoral. Rival do PT na cidade, oposição à gestão do prefeito José de Filippi Júnior (PT) e crítico ferrenho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Cabo Angelo foi escalado pela líder do PV no município, Regina Gonçalves, a lançar candidatura a deputado estadual, para ter uma dobrada do partido em Diadema – Regina é pré-candidata a deputada federal. Acontece que o PV aprovou a federação com o PT. Ou seja, a sigla vai apoiar a candidatura de Lula à Presidência. Cabo Angelo nutre simpatia pelos pensamentos do atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Se for mesmo candidato a deputado estadual, terá de estampar em seus santinhos a figura de Lula? Ou vai desobedecer ordem partidária e declarar voto em Bolsonaro?

Bastidores

Pedido de vistas 
Projeto de lei do vereador Jander Lira (PSD), que dispõe sobre o desembarque noturno de mulheres usuárias do transporte coletivo na cidade, saiu da pauta de votação após pedido de vistas por uma sessão feito pelo líder do governo na casa, o parlamentar Gilberto Costa (Avante), na terça-feira. Conforme a proposta que tramita no Legislativo, motoristas de ônibus municipais deverão parar fora do ponto, à noite, quando solicitados pelas passageiras, como medida de segurança.

Na linha de frente
A socióloga Rosângela Silva, a Janja, 55 anos, tem conquistado espaço em eventos da campanha do agora marido Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pela Presidência da República. Também tem frequentado as reuniões no Instituto Lula e na Fundação Perseu Abramo. Foi dela, por exemplo, a ideia de regravar o jingle Sem Medo de Ser Feliz – que embalou a corrida petista rumo ao Planalto, em 1989, e apresentá-lo no evento que marcou o início da campanha de Lula, no início de maio, em São Paulo.

Cobrança à Enel
A vereadora de São Bernardo Ana do Carmo (PT) entende que a Enel, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica na região, deve indenizar moradores do município que ficaram mais de 36 horas sem luz, o que levou várias pessoas a perderem medicamentos e alimentos. “Isso é um absurdo perto das altas tarifas cobradas”, disse a parlamentar a representantes da companhia durante audiência na Câmara da cidade, ontem.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;