Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos bate La Calera com gol aos 57 do 2º tempo e lidera chave

Twitter/Santos FC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Lucas Barbosa marcou o único gol da partida



18/05/2022 | 23:52


O Santos acertou quatro bolas na trave, e foi no último lance que ganhou o jogo do Unión La Calera, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Lucas Barbosa fez aos 57 minutos o gol que coloca o time na liderança do grupo C da Copa Sul-Americana, com 10 pontos, e perto das oitavas de final. Se vencer o Banfield, terça-feira, se garante. O jogo terminou em grande confusão, com os jogadores se agredindo.

A boa notícia para o Santos no jogo desta quarta-feira foi Ricardo Goulart. Desta vez, o meia fez uma excelente partida. Movimentou-se, deu bons passes, chegou na área adversária para concluir. Foi um jogador bastante participativo, diferente daquele que se via desde que chegou à Vila Belmiro.

Foi ele, Goulart, que teve a primeira chance do Santos, logo a 1 minuto. Numa jogada iniciada por Rwan, ele tocou para Marcos Leonardo, que foi ao fundo e devolveu na entrada da pequena área. Mas, atrapalhado pelo marcador, acabou chutando no travessão.

Aos 29, no primeiro contra-ataque que o Santos encaixou, o meia bateu forte da grande área, mas a bola bateu no rosto do zagueiro Pedro Henrique e saiu para escanteio.

Quem também se destacou na etapa inicial foi o garoto Rwan. Ele foi bastante acionado nos primeiros 20 minutos, fez boas jogadas, sofreu várias faltas e teve uma boa oportunidade para marcar. Depois, passou a ser menos lançado e caiu de produção.

O Santos dominou a etapa. Controlou bem o jogo, neutralizou o contra-ataques do Unión La Calera, mas faltou ser mais incisivo e competente nas finalizações. E os chilenos, que só concluíram duas vezes, ainda reclamaram de um gol mal anulado, em lance que a arbitragem marcou erradamente impedimento de Sáez - nessa fase da Sul-Americana não há árbitro de vídeo.

A segunda etapa começou como a primeira: com o Santos mandando uma bola na trave, desta vez com a colaboração do zagueiro do time chileno Pedro Henrique, que tocou contra o próprio gol. Isso foi aos 2 minutos. Na sequência do lance, Rwan errou o gol por pouco. Aos 4, a terceira bola na trave, em cabeçada de Ricardo Goulart.

Também como no primeiro tempo, o Santos teve bom volume de jogo até os 25 minutos, mas depois caiu de rendimento, mesmo com o técnico Fabián Bustos fazendo várias alterações.

Apesar da necessidade da vitória, do esforço dos jogadores e do apoio da torcida, o Santos não conseguia furar o bloqueio armado pelos chilenos. Errava muitos passes, concluía pouco contra o gol de Arce, mas também não tinha sorte. Quase ao final, Lucas Barbosa acertou uma bomba no travessão.

Aí veio a confusão. Depois de um desentendimento entre jogadores, com Léo Baptistão indo para cima de Ramírez (os dois foram expulsos), muito empurra-empurra e simulação de agressão. O jogo já estava aos 57 minutos e ainda deu tempo de Lucas Barbosa aproveitar um lance na área e salvar o Santos.

No outro jogo da noite pela Sul-Americana, o Cuiabá ganhou do River Plate, no Uruguai, por 2 a 1 em jogo de eliminados.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X 0 UNIÓN CALERA

SANTOS - João Paulo; Auro (Lucas Barbosa), Bauermann, Kaiky e Felipe Jonatan (Lucas Pires); Camacho (Rodrigo Fernández), Sandry e Ricardo Goulart (Léo Baptistão); Rwan, Marcos Leonardo (Angulo) e Lucas Braga.

Técnico: Fabián Bustos.

UNIÓN LA CALERA - Arce; Pedro Henrique, Vilches e Sanhueza; Oyanedel (Ramírez), Alarcón, Matías Fernández e Castellani (César Pérez); Orellana (Valencia), Sáez e Vidangossy (Rodríguez). Técnico: Frederico Vilar.

GOL - Lucas Barbosa, aos 57 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Jesus Valenzuela (VEN).

CARTÕES AMARELOS - Sanhueza, Vidangossy e Oyanedel (La Calera), Camacho, Lucas Braga, Léo Baptistão, João Paulo e Rodrigo Fernández (Santos).

CARTÕES VERMELHOS - Léo Baptistão e Ramírez.

PÚBLICO - 11.110 torcedores.

RENDA - R$ 277.552.50.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;