Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras bate Emelec e iguala recorde do River Plate

Twitter/SE Palmeiras Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vitória leva Verdão aos 21 gols em 5 jogos na fase de grupos da Libertadores



18/05/2022 | 21:12


Melhor ataque da competição, o Palmeiras entrou em campo para enfrentar o Emelec, do Equador, com dois objetivos claros. O primeiro era vencer o jogo para chegar aos 15 pontos e manter os 100% de aproveitamento, de olho na liderança geral da primeira fase da Libertadores. O segundo era tentar marcar ao menos dois gols na noite fria no Allianz Parque para quebrar o recorde histórico de melhor ataque nesta etapa do torneio. Em campo, o time jogou bem, perdeu gols e venceu por 1 a 0 - uma meta cumprida e a outra adiada.

Além de vencer e bater metas, o Palmeiras também precisa dosar na quantidade de tempo em campo dos seus principais jogadores. Assim, Zé Rafael, Raphael Veiga e Dudu começaram a partida no banco.

Mesmo com um time misto, o Alviverde começou em cima. Logo aos três minutos, o colombiano Atuesta, que jogou mais avançado e apareceu bem na área para finalizar na primeira etapa, quase abriu o placar, mas bateu por cima.

O Palmeiras ainda perdeu boas chances na primeira etapa, a maioria dos pés de Gustavo Scarpa. Bem em campo, ele bateu uma rola rente à trave, quase fez um gol olímpico e quase marcou de falta.

No fim do primeiro tempo, Atuesta chegou a empurrar um cruzamento de Rony que desviou na defesa para o gol, mas a arbitragem anulou - ele fez falta no goleiro Ortíz.

A melhor surgiu aos 42. Gabriel Menino achou Rony na direita. O atacante invadiu a área e cruzou para Gustavo Gomes, que tentou concluir com o pé esquerdo, mas Ortíz se atirou evitou a abertura do placar.

Abel Ferreira optou por voltar do intervalo com o mesmo time, mas o Palmeiras voltou mais frio. Ao mesmo tempo, o time equatoriano passou a aumentar a força na marcação.

O Alviverde chegou com perigo aos cinco minutos, quando Atuesta foi acionado pela esquerda e cruzou para Rony, que cabeceou fraco e Ortíz fez a defesa. Aos dez, Danilo pegou o rebote e da entrada da área arriscou o chute, mas a bola passou perto do travessão.

Rafael Navarro, artilheiro da Libertadores, recebia poucas bolas e tinha dificuldade para encontrar uma oportunidade. A primeira chance do atacante surgiu aos 13, quando Gabriel Menino cruzou e ele cabeceou para a defesa de Ortíz.

Com 20 do segundo tempo, Abel Ferreira fez três alterações - saíram Jorge, Atuesta e Scarpa e entraram Vanderlan, Raphael Veiga e Dudu. Aos 25, Vanderlan faz bom cruzamento para Rony, que desvia, mas a defesa conseguiu tirar.

Aos 28, o Palmeiras finalmente abriu o placar. Raphael Veiga bateu escanteio, Navarro desviou na primeira trave e Danilo chegou para abrir o placar - foi o terceiro gol do volante em três jogos após sua convocação para a seleção.

Depois, até o fim, o Palmeiras ainda perdeu outras boas chances com Navarro e Raphael Veiga, mas o jogo ficou mesmo no 1 a 0. O recorde de gols na primeira fase ficou para a última rodada.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 1 EMELEC

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gomes, Kusevic e Jorge (Vanderlan); Gabriel Menino (Zé Rafael), Danilo, Atuesta (Raphael Veiga) e Gustavo Scarpa (Dudu); Rony (Breno Lopes) e Navarro. Técnico: Abel Ferreira.

EMELEC: Pedro Ortíz; Caicedo, Quintero, Guevara e Jackson Rodríguez; Arroyo, Sebastián Rodríguez, Lastra (Ángel Gracia), Carabalí (Chalá) e Zapata; Cabeza (Quiroga). Técnico: Ismael Rescalvo.

GOL: Danilo, aos 28 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Nicolas Gamboa (CHI).

CARTÕES AMARELOS: Carabalí, Jackson Rodríguez e Pedro Ortíz (Emelec).

RENDA: R$ 2.090.453,10.

PÚBLICO: 32.533 torcedores.

LOCAfutebol; Copa Libertadores; Palmeiras; Emelec



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;