Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ninguém quer jogadores afastados do Corinthians



18/05/2007 | 07:05


O Corinthians está com um problema sério: não há clubes interessados nos jogadores dos quais a diretoria pretende se livrar, como Roger, Jean, Jean Carlos, Marcos Tamandaré, Gustavo, Paulo Almeida, Wellington, Arce, Bruno Octávio, Marcus Vinícius e muitos outros. Fracassou a estratégia de deixar os dispensados pelo técnico Paulo César Carpegiani treinando no Parque São Jorge para não desvalorizá-los.

“Nós realmente esperamos baixar a nossa folha salarial com a saída de alguns atletas. Temos 35 jogadores profissionais e o Carpegiani quer apenas 25. Mas as negociações não estão acontecendo”, explicou o gerente de futebol do Corinthians, Ílton José da Costa.

A situação emblemática é a do meia Roger. Quando Carpegiani se cansou de sua falta de empenho, a diretoria resolveu afastá-lo do time apostando que surgiriam vários clubes interessados em contratá-lo. “Mas ninguém fez proposta pelo Roger”, lamentou Ilton.

A pedido de dirigentes corintianos, empresários chegaram a oferecer Roger para Cruzeiro, Internacional, Grêmio e Fluminense Mas o desinteresse foi geral. O problema não está apenas na instabilidade e na falta de compromisso com o clube, mas também em seu alto salário – ele recebe cerca de R$ 200 mil mensais. E o pior para o Corinthians é que o jogador tem contrato até o fim do próximo ano.

O único jogador desejado do Corinthians é o volante Rosinei. O Internacional já chegou a um acordo com o jogador quinta-feira, mas ainda falta um acerto entre os clubes. “Estamos conversando. Mas até agora nada”, disse Ílton, ao falar sobre o caso.

Enquanto isso, a lista de contratações que Carpegiani deu para a diretoria corintiana tinha os nomes do lateral-direito Pedro (ex-Santos), do meia Mossoró (Inter) e do lateral-esquerdo Júnior (São Paulo). Até agora, só um deles já chegou ao Parque São Jorge.

“Nós contratamos o Pedro. O Júnior é inviável. Ele ganha salário altíssimo no São Paulo. Não dá”, admitiu Ilton. Já Mossoró poderia ser envolvido numa troca com o Inter, envolvendo Rosinei.

Outro reforço que já está no Corinthians é o volante Carlos Alberto, que veio do Figueirense e, por enquanto, não pode jogar por ter utilizado documentos irregulares, adulterando sua idade. Mas ele deverá ter metade da sua suspensão de um ano reduzida na terça-feira, quando o STJD dará parecer sobre o assunto. Assim, poderia entrar no time que Carpegiani está armando durante a disputa do Brasileirão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;