Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Reta final: tire dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

18/05/2022 | 10:55


Os contribuintes têm até às 23h59 do dia 31 deste mês para enviar a declaração do Imposto de Renda 2022, referente ao ano-base 2021. Inicialmente, o prazo terminaria em 29 de abril, mas a Receita Federal decidiu prorrogá-lo por conta da pandemia de covid-19. O órgão fiscal espera receber 34,1 milhões de documentos. Até 9 de maio, mais de 14 milhões ainda não tinham prestado contas ao Leão.

É obrigado a declarar quem recebeu mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado. Para saber se precisa fazer o documento, basta somar salários, férias, horas extras, pensões, benefícios do INSS, entre outros rendimentos como aplicações em CDB ou o Benefício Emergencial. Se você se enquadra e ainda não enviou a declaração, confira dicas reunidas pelo Digio, plataforma de serviços financeiros.

Leia mais:
10 curiosidades sobre o Imposto de Renda no Brasil
Veja cuidados para evitar fraudes na Declaração do Imposto de Renda
Imposto de Renda: devo declarar Bitcoin e outras criptomoedas?

Quem também precisa declarar

  • Obteve receita bruta superior a R$ 142.798,50 com atividade rural;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, superiores a R$ 40 mil;
  • Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Teve a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

O contribuinte que perder o prazo está sujeito à multa no valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido. Se deixar de entregar a declaração, o CPF poderá ficar irregular, impossibilitando a solicitação de empréstimos, participação em concursos públicos e causando, ainda, dificuldades de ser aprovado para um cartão de crédito.

Como fazer

Primeiro, será preciso baixar o programa do Imposto de Renda. Se você vai declarar pela primeira vez, existe uma série de documentos que precisará ter em mãos: RG, CPF, Título de Eleitor e outros. Também deverá informar profissão, número de dependentes com data de nascimento e grau de parentesco, endereço de residência e dados da conta bancária para pagamento ou restituição do IR.

Caso já tenha realizado uma declaração do IRPF, uma dica: importe sua declaração do ano passado. Isso vai economizar seu tempo no preenchimento de boa parte dos dados pessoais e você só vai precisar informar os rendimentos e despesas para este ano. É importante verificar se as informações estão corretas e atualizadas, caso tenha mudado de casa, por exemplo.

Separe todos os documentos como o Informe de Rendimento da sua conta bancária, empresas que trabalhou ou de todas as rendas que recebeu e também os gastos com convênio médico, IPTU, compra e venda de imóveis ou veículos, notas fiscais, recibos de pagamento de mensalidade escolar.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;