Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 30 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

EUA emitem maior quantidade da história de vistos de turismo para brasileiros

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

18/05/2022 | 06:55


Nunca na história os EUA emitiram tantos vistos de turismo para brasileiros. Só em março deste ano foram concedidos 71.156 vistos do tipo B1/B2 (de negócio e turismo) na embaixada e nos consulados americanos espalhados pelo país. O volume é praticamente o mesmo de todo o ano de 2021 (71.661) e representa um crescimento de 10% em relação a fevereiro.

Seguro viagem EUA – Pesquise as melhores opções do mercado e ganhe 5% de desconto ao usar o cupom ROTADEFERIAS5 no site Seguros Promo.

Para se ter uma ideia, o recorde anterior de vistos de turismo para brasileiros concedidos pelos EUA em um mês era de 59 mil, marca alcançada em março de 2018. Os dados são de um levantamento realizado pelo escritório de advocacia AG Immigration junto ao Departamento de Estado americano.

De acordo com o Escritório Nacional de Viagem e Turismo dos EUA, 221.925 visitantes brasileiros foram aos EUA nos três primeiros meses de 2022. O número faz do Brasil o quarto país na lista de maiores visitantes da Terra do Tio Sam neste ano, atrás apenas de México, Reino Unido e Canadá.

Vistos de turismo para brasileiros

O aumento de vistos americanos concedidos para brasileiros justifica-se, em parte, pelo tempo que os consulados ficaram fechados durante a pandemia. Desde a abertura, em novembro passado, os números não param de crescer.

Para usar telefone e internet nos EUA, clique aqui e garanta seu chip viagem internacional mais barato e com melhor conexão.

Naquele mês, foram 24 mil autorizações de entrada. A quantidade subiu para 43 mil em dezembro, 46 mil em janeiro, 63 mil em fevereiro e, agora em março, passou dos 70 mil. Portanto, são seis altas consecutivas, com promessa de novos recordes a serem quebrados em breve.

“Há muitos pedidos acumulados em razão da pandemia e, pelo que podemos perceber, os oficiais consulares têm feito um esforço bastante grande para dar conta da demanda”, comenta o advogado de imigração e sócio-fundador da AG Immigration, Felipe Alexandre.

Tempo de espera

De acordo com o Departamento de Estado americano, o tempo de espera para conseguir uma entrevista no consulado de São Paulo a fim de obter o visto é de 354 dias (praticamente um ano).

“Já era algo de se esperar, mas creio que a tendência é que o tempo reduza gradativamente ao longo do ano, ainda que porventura aumente mais um pouco nas próximas semanas”, diz Alexandre.

Compare aqui os preços de todas as empresas que voam para os EUA e garanta as passagens mais baratas.

O advogado também explica que, além da demanda natural dos brasileiros por vistos americanos, já que os EUA são um dos destinos turísticos mais populares do mundo, a fila de espera por uma entrevista tem sido impactada pelos pedidos de renovação.

Isso ocorre porque, em 2010, o visto americano passou a ter validade de dez anos, o que fez com que muitos documentos emitidos naquela época começassem a expirar justamente na pandemia, quando as representações diplomáticas estavam fechadas. Como todas essas solicitações só começaram a ser processadas de novembro para cá, há muitos pedidos acumulados.

Vistos Imigratórios

Além dos vistos de turismo para brasileiros, os imigratórios, concedidos a quem pretende morar nos EUA, também estão em alta. O do tipo EB2, por exemplo, teve 150 emissões em março.

Ao contrário do visto B1/B2, que permite ao estrangeiro ficar apenas temporariamente nos EUA, os vistos imigratórios automaticamente dão direito ao green card, (documento de residente permanente).

Vai alugar carro nos EUA? Clique aqui para comparar as opções e encontrar os melhores preços.

O EB2 é destinado para pessoas com “habilidades excepcionais”, como mestres, doutores ou profissionais com carreira de destaque em suas áreas. Dentistas, enfermeiros, engenheiros, programadores e analistas de sistema são outros profissionais que lideram esse movimento.

“O Brasil hoje já é o quarto país que mais recebe o EB2 e o EB1, o que reforça a tendência de nossos principais talentos saírem do país em busca de oportunidades compatíveis com suas qualificações”, explica Rodrigo Costa, CEO da AG Immigration e especialista em mercado de trabalho.

O segundo visto imigratório mais concedido em março foi o EB1, com foco em pessoas com “habilidades extraordinárias”, reconhecidas internacionalmente por seus feitos acadêmicos, esportivos, culturais, artísticos ou empresariais. Em março, o visto foi emitido para 82 brasileiros.

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;