Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 16 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá recebe usina de oxigênio para o Hospital Nardini

Evandro Oliveira/PMM Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Equipamento doado pela Braskem tem a capacidade de atender mais de 50 pessoas simultaneamente e vai poupar até 20% no valor pago pelo insumo


Renan Soares
Especial para o Diário

17/05/2022 | 11:56


Mauá recebeu uma nova usina de oxigênio para integrar a rede de saúde pública. O equipamento, doado pela empresa Braskem e entregue na manhã desta terça-feira (17), já está instalado e em funcionamento no Hospital de Clínicas Radamés Nardini. O insumo é de vital importância aos pacientes com crise respiratória aguda, já que tem a capacidade de fornecer 20 metros cúbicos de oxigênio por hora e possui recurso para atender mais de 50 pessoas simultaneamente.

Atualmente, o oxigênio utilizado no hospital é disponibilizado por meio de contrato com empresa fornecedora. Com a usina doada, o município passará a gerar parte do gás, o que representará economia de até 20% no valor pago pelo insumo. A produção do gás no próprio hospital, por meio das usinas, melhora a qualidade do abastecimento e reduz o custo com logística.

A entrega contou com a presença do prefeito Marcelo Oliveira (PT), da diretora geral do Hospital Nardini, Dra. Adlin Savino, e de representantes da empresa como Sylvia Tabarin, gerente de Relações Institucionais Braskem Sudeste, Luis Pazin, diretor Industrial da Braskem e Renata Bley, diretora de Relações Institucionais da Braskem.

"São parcerias como essa, entre o poder público e iniciativa privada, que nos ajudam a atender a nossa população com qualidade. O Hospital Nardini é uma referência, atende a população de Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e parte da zona leste e essa usina vai nos ajudar não só economicamente, mas também na agilidade, em 25 minutos se enche o cilindro e se leva para onde é necessário aqui na nossa cidade, e na compra normal as vezes se levava de 10 a 15 dias para chegar", disse o prefeito Marcelo, sobre a iniciativa da empresa.

O equipamento, que tem o valor estimado em R$ 700 mil, funciona como um gerador de gás hospitalar. O ar comprimido passa por uma série de filtragens e durante o processo são removidos os elementos indesejados, como o dióxido de carbono e o nitrogênio, por exemplo. Com a purificação, o oxigênio vai aos pacientes com uma pureza de 95%.

“Muito feliz de concluir uma entrega tão importante para a comunidade local. Iniciativas como estas evidenciam os nossos esforços em melhorar a vida das pessoas e, desta vez, não poderia ser diferente. Apesar dos casos da Covid-19 estarem cada vez menores, o equipamento poderá ser utilizado para o tratamento de outras enfermidades, além de garantir um atendimento mais seguro”, afirma Sylvia Tabarin, gerente de Relações Institucionais da Braskem.

Segundo a Dra. Adlin Savino, diretora geral do Hospital, foi verificada uma alta da demanda pelo equipamento desde o início da pandemia, e a doação chega em um momento crucial. “Em média, atendemos 500 pessoas por dia e todas elas precisando muito da usina de oxigênio, por isso, a doação é de grande importância para nos assegurar conforto e autonomia’’, explicou.

A iniciativa foi realizada por meio do projeto “Salvando Vidas'''''''''''''''', criado pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que se responsabiliza pelo aporte de R$ 1 a cada valor igual doado por empresas do setor privado. O fundo destina-se a apoiar hospitais públicos e filantrópicos no combate à Covid-19 e outras doenças respiratórias.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;