Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Morre Helena de Lima, cantora da era de ouro do rádio

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Descoberta na Rádio Nacional, Helena fez sucesso na década de 50


Da ABr

17/05/2022 | 09:41


A cantora Helena de Lima morreu ontem (16) aos 95 anos, no Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio. Em nota, a casa informou que “hoje nos despedimos de uma das vozes mais potentes do país, nossa querida Helena de Lima.”

Helena brilhou como cantora e fez sucesso na década de 1950, tornando-se uma das mais populares cantoras do Brasil. Amada pela crítica, conquistou seu espaço no rádio. Logo depois tornou-se um grande cartaz também na televisão. Seu último álbum "Sentimentos" foi gravado em 2007, de forma independente.

O comunicado diz ainda que a cantora “se manteve fazendo o que amava até depois dos 90 anos de idade, cantando e espalhando seu talento sem igual. Nossos sentimentos aos amigos e familiares da nossa querida Helena de Lima.”

Carreira
Helena de Lima foi descoberta por César Ladeira na década de 1940, em um programa na Rádio Nacional, onde a cantora se apresentou como caloura. Em 1948, começou a trabalhar como cantora na boate Pigalle, na zona sul do Rio. Em 1952, gravou seu primeiro disco pela gravadora Continental Em meados dos anos 1950, apresentava-se com frequência em diversas boates do Rio de Janeiro e de São Paulo

Foi contratada para o elenco da Rádio Nacional. Trabalhou ainda na TV Paulista e na Rádio e TV Record, em São Paulo. No final da década de 1950, iniciou uma parceria com o maestro Lauro MIranda Na década de 1960 lançou vários LPs, alguns deles gravados ao vivo em shows na boate Cangaceiro, onde fez grande sucesso e onde se apresentava também - em dias alternados - a cantora Elizeth Cardoso. Uma de suas canções mais conhecidas é a marcha-rancho "Estão Voltando as Flores", de Paulinho Soledade.

O velório está marcado para hoje (17), data em que a cantora completaria 96 anos. O enterro será no Cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;