Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 9 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Rio Grande tem nota A em capacidade de pagamento

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tesouro Nacional aumenta a avaliação da cidade e abre caminho para financiamentos


Da Redação

12/05/2022 | 09:27


A Prefeitura de Rio Grande da Serra divulgou ontem que o Tesouro Nacional reclassificou a nota de crédito da administração, elevando para A o Rating Capag (Capacidade de Pagamento) do município. Esse índice é um certificado de “bom pagador” exigido pelo sisema financeiro e significa que a cidade tem condições de pagar dívidas, ponto fundamental no momento de buscar financiamentos internos ou externos. Nos últimos anos, Rio Grande esteve com a nota C, o que limitava a garantia da União para a contratação de empréstimos.

Estados e municípios classificados com as notas A e B ficam, automaticamente, autorizados a realizar operações de crédito com aval do governo federal, portanto, com condições financeiras mais vantajosas.

A Capag é uma classificação de risco elaborada com base em índices de liquidez, poupança e endividamento para avaliar a situação fiscal de Estados e municípios. O resultado foi alcançado em função das iniciativas adotadas pela gestão do prefeito Claudinho da Geladeira (PSDB) – assumiu em janeiro de 2021 –, realizadas por meio das secretarias de Administração e de Finanças, que, ao longo do último ano, devolveram a saúde fiscal às contas da Prefeitura.

O atual governo informou, logo após assumir a administração, que tinha herdado uma dívida de R$ 57 milhões da gestão de Gabriel Maranhão (PSDB), praticamente a metade da arrecadação do município. Nesse período de 17 meses de Claudinho à frente do Paço, foram pagos mais de R$ 13 milhões de débitos, incluindo precatórios, acordos e fornecedores.

“Recebo essa avaliação com muita alegria. Temos trabalhado muito, especialmente nestes últimos oito meses, do qual pude, enfim, compor uma boa equipe técnica, da qual tenho muito orgulho. Embora seja uma das sete cidades do Grande ABC, Rio rande carece de muita coisa, como construir a identidade do município como cidade e organizá-la como tal. Para isso, é preciso ter um bom time técnico e crédito na praça. Assim, podemos qualificar os serviços que são oferecidos aos nossos munícipes’, afirmou o chefe do Executivo.

Entre as medidas que permitiram a recuperação das contas estão a adoção de um rigoroso controle de gastos, redução de 16% dos custos com compras em 2021 comparado a 2020, priorização na formalização de acordos com débitos, o pagamento em dia destes acordos e automatização das cobranças de tributos via guia de recolhimento com pagamento em banco. A Secretaria de Administração também está seguindo rigoroso planejamento para maior redução de custos em 2022. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;