Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Flamengo joga mal, é vaiado, mas vence Altos e está nas oitavas da Copa do Brasil



11/05/2022 | 21:28


O Flamengo garantiu presença nas oitavas de final da Copa do Brasil, ao derrotar o Altos, nesta quarta-feira, em Volta Redonda, por 2 a 0, no jogo de volta da terceira fase. No primeiro duelo, em Teresina, o time carioca já vencera por 2 a 1.

Apesar da classificação, o Flamengo voltou a não ter uma boa atuação e a torcida protestou ao final do primeiro tempo e depois do fim da partida. O técnico Paulo Sousa e a diretoria foram os alvos das vaias.

Como se esperava, o Flamengo se impôs no campo de ataque desde o início e tentou no toque de bola passar pela retranca do Altos, formada por duas linhas bem compactas. Uma com cinco jogadores e outra com quatro. Apenas Betinho ficava no meio de campo.

O Flamengo, que contou com o zagueiro Rodrigo Caio, presente após cinco meses afastado dos gramados, passou a tocar a bola em seu campo na tentativa de chamar o adversário. A tática deu certo, aos 12 minutos, quando Thiago Maia fez lindo lançamento para Lázaro. O atacante surgiu sozinho, mas bateu por cima, perdendo grande oportunidade, na saída do goleiro Marcelo.

Apesar de disputar apenas a Série C do Brasileiro, o Altos se apresentou com boa disposição tática, sem violência para parar o ataque do Flamengo e sempre na tentativa de chegar à meta do rival. Aos 15 minutos deu certo e Diego Viana arriscou para defesa de Hugo.

O Flamengo ficou praticamente o tempo todo no campo de ataque, mas a produção foi pequena. Gabriel Barbosa pareceu órfão sem a presença em campo de Everton Ribeiro, Arrascaeta e Bruno Henrique. O goleiro Marcelo só ficou assustado, aos 25 minutos, com um chute de Marinho, disparado para fora.

Sem criatividade para armar jogadas, o jeito foi o Flamengo agredir nas bolas paradas. Aos 31 minuto, após escanteio da esquerda, João Gomes, na segunda trave, por pouco não abriu o placar. Mas foi só. Ao final dos primeiros 45 minutos, o time da Gávea e o técnico Paulo Sousa foram para o vestiário sob vaias.

Na tentativa de tornar o Flamengo mais agressivo, Paulo Sousa trocou Thiago Maia por Pedro. Já Pablo entrou no lugar de Rodrigo Caio, previsto mesmo para sair no intervalo, após o longo tempo inativo.

Aos nove minutos, o Flamengo finalmente conseguiu armar uma jogada, com lançamento para Pedro, que chegou a driblar o goleiro, mas na sequência não teve domínio da bola.

Apesar de apoiar o time o tempo todo com a bola rolando, a torcida do Flamengo, aos dez minutos, pediu a entrada de Arrascaeta, presente no banco de reservas. Dois minutos depois, um lance acalmou os torcedores em Volta Redonda.

Pedro sofreu falta. João Gomes cobrou rapidamente para Lázaro, que foi derrubado na área.`Pênalti, que Gabriel Barbosa, mais uma vez, bateu com categoria para abrir o placar. Na sequência, Paulo Sousa colocou Arrascaeta em campo e o clima mudou completamente.

Com a aparente displicência do Flamengo e desorganização tática, o Altos partiu para o ataque e chegou a assustar o goleiro Hugo com bolas cruzados de ambos os lados. E aos 39, Betinho teve a chance de empatar, mas errou o alvo.

No minuto seguinte, a jogada mais bonita da partida. Rodinei cruzou da esquerda e Victor Hugo, oriundo das categorias de base, fez um belo gol de cabeça: 2 a 0. Foi o primeiro gol no time profissional do atacante, que festejou o 18º aniversário.

Apesar da vitória, a torcida protestou contra a diretoria, logo após o apito final do árbitro no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 X 0 ALTOS

FLAMENGO - Hugo Souza; Rodinei, Rodrigo Caio (Pablo), Léo Pereira e Marcos Paulo (Matheuzinho); Thiago Maia (Pedro), Gomes e Diego; Lázaro (Arrascaeta), Marinho (Victor Hugo) e Gabriel Barbosa. Técnico: Paulo Sousa.

ALTOS - Marcelo; Júlio Ferrari (Mosquito), Fábio Aguiar, Lucas Souza e Dieyson; Marconi, Sousa Tibiri e Diego Viana (Marcos Aurélio); Eliélton (Lucas Campos), Manoel (Danillo Bala) e Betinho (Dico). Técnico: Francisco Diá.

GOLS - Gabriel Barbosa aos 13 e Victor Hugo aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Douglas Marques das Flores (SP).

CARTÕES AMARELOS - Thiago Maia, Lucas Souza, Rodinei, Diego Viana e Gabriel Barbosa

RENDA - R$ 426.840,00.

PÚBLICO - 12.277 pagantes (13.077 presentes).

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;