Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Novo ministro diz que pedirá estudos para privatizar Petrobras e estatal do pré-sal



11/05/2022 | 21:07


Em seu primeiro pronunciamento como ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida afirmou nesta quarta-feira, 11, que solicitou estudos ao governo federal para privatização da Petrobras e da Pré-Sal Petróleo (PPSA), responsável pelos contratos da União do pré-sal. Aliado do ministro da Economia, Paulo Guedes, o economista também defendeu o prosseguimento da venda da Eletrobras, que depende de aval do Tribunal de Contas da União (TCU).

"Meu primeiro ato como ministro de Minas e Energia é solicitar ao ministro (da Economia) Paulo Guedes, presidente do Conselho do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos), que leve ao conselho a inclusão da PPSA no PND (Programa Nacional de Desestatização) para avaliar as alternativas para sua desestatização", disse em declaração à imprensa. "Ainda como parte do meu primeiro ato, solicito também o início dos estudos tendentes à proposição das alterações legislativas necessárias à desestatização da Petrobras", completou.

A indicação de Sachsida para o Ministério de Minas e Energia foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 11, junto com a exoneração do agora ex-ministro Bento Albuquerque. A mudança acontece em meio à insatisfação do presidente Jair Bolsonaro com reajustes nos preços dos combustíveis anunciados pela Petrobras. Em seu discurso, Sachsida agradeceu o chefe do Executivo pela indicação e também citou Guedes e Albuquerque.

Sachsida defendeu ainda o processo de privatização da Eletrobras. Segundo ele, é fundamental avançar com a capitalização da estatal, que atua na geração e transmissão de energia, para atrair mais capital ao Brasil e mostrar que o País é o "porto seguro" dos investimentos. O governo aguarda a conclusão do julgamento sobre a privatização no TCU.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;