Fechar
Publicidade

Sábado, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Compras.gov.br: portal incentiva pequenos negócios em compras públicas

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

05/05/2022 | 13:55


Boas notícias para os micro e pequenos negócios que desejam aumentar ou iniciar sua participação nas compras públicas. Com apoio do Sebrae, o Compras.gov, antigo Comprasnet 4.0, agora permite que usuários de todo o país acompanhem as oportunidades em aberto e façam suas propostas através do aplicativo – o endereço da plataforma é http://www.comprasnet.gov.br.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Recentemente, o app Compras.gov foi atualizado, para aplicar a preferência para as MPE nas aquisições com valores abaixo de R$ 80 mil e, também, para permitir o envio de propostas ou lances.

Outra novidade é que o login na Compras.gov foi unificado com a Rede Gov.br, facilitando o cadastro inicial com uso de login e senha únicos. A nova funcionalidade faz parte de uma série de investimentos do Sebrae na ferramenta para melhorar a experiência dos usuários.

Nos próximos dias será apresentado o novo Sistema de Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC), onde serão divulgadas as principais intenções de compras, organizadas por datas e informações sobre produtos a serem adquiridos.

Leia mais:
Justa causa: você pode ser demitido por conduta nas redes sociais
LGPD: mau uso de celulares e tablets corporativos pode gerar penalidades
Home office: confira as novas regras, da CLT, para trabalho remoto

Compras.gov: dados

Dados oficiais do ME sobre compras públicas apontam que dos R$ 130 bilhões homologados em 2021, somente R$ 37 bilhões foram para micro ou pequenos negócios. De acordo com o coordenador-geral de Sistemas de Compras Governamentais do Ministério da Economia, Diego Mendes, as atualizações são permanentes e buscam facilitar a participação dessas empresas nos processos de compras.

“Nosso sistema está totalmente reformulado para atender às legislações que beneficiam as micro e pequenas empresas. Nossa equipe trabalha continuamente para trazer uma experiência fluída, eficiente e dinâmica para os usuários”, afirma Diego.

Oportunidades na palma da mão

A analista de desenvolvimento territorial do Sebrae, Denise Donati, avalia que as atualizações trazem às MPE um “universo de oportunidades”, já que agora elas podem acessar o sistema onde quer que estejam.

“O Sebrae está participando do processo de modernização do Compra.gov.br e está acompanhando todas essas mudanças. A compra pública, que antes era um temor para os pequenos negócios, agora foi para a palma da mão com o uso do aplicativo. Isso é a inovação em favor da economia e do empreendedorismo”, afirma.

Denise destaca que tanto o Sebrae como o Ministério da Economia possuem conteúdos para auxiliar os empreendedores que desejam começar a operar no Compras.gov.br.

“São trilhas de conhecimento, tutoriais, webinars, cursos online. Está tudo bem explicado, lembrando que o Sebrae também presta atendimento a quem deseja se tornar um fornecedor. Basta nos acionar pelos canais oficiais”, indica.

Desde 2018, o Sebrae, por meio da parceria com o Ministério da Economia e com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), investe para aumentar a participação das MPE nas compras públicas.

A modernização do Compras.gov.br e o lançamento do app são conquistas da iniciativa. Os cursos oferecidos pelo Sebrae podem ser acessados aqui. O Compras.gov está disponível na App Store e Google Play, com download gratuito.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;