Fechar
Publicidade

Sábado, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bombas vão ter dois dígitos após a vírgula

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Medida entra em vigor no sábado e tem objetivo de tornar preço mais claro para o cliente


Da Redação

04/05/2022 | 08:12


O preço dos combustíveis nos postos voltará a ter apenas dois dígitos após a vírgula. A medida anunciada no fim do ano passado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) entra em vigor no sábado.

A resolução, submetida a consulta e audiências públicas, vinha sendo discutida pela ANP desde 2018, durante a greve dos caminhoneiros. Na ocasião, a agência reguladora adotou um conjunto de medidas de flexibilização, excepcionais e temporárias, com o intuito de garantir o abastecimento, ameaçado pela paralisação da categoria.

Os preços por litro de todos os combustíveis automotivos vão passar a ser expressos pelos postos revendedores com apenas duas casas decimais, em vez das atuais três, tanto nos painéis de valores quanto nas bombas medidoras.

Em nota, a ANP informou que o objetivo da mudança é deixar o preço dos combustíveis mais preciso e claro para o consumidor, alinhando esses valores à expressão numérica da moeda brasileira.

Além disso, a entidade ressaltou que será permitido manter o terceiro dígito nas bombas, desde que seja zero e fique travado no momento do abastecimento. A agência entende que, dessa forma, os postos não precisarão trocar os módulos das bombas, o que poderia acarretar custos adicionais. Como a terceira casa decimal estará zerada e travada, a percepção é que não haverá dúvidas da população e que o objetivo da regra, de dar clareza aos consumidores, estará sendo cumprido.

Segundo a ANP, a mudança não implicará em impactos no valor final dos combustíveis, uma vez que ela não trará custos relevantes aos revendedores nem restrições aos preços praticados.

No Grande ABC, o sindicato que representa os postos de combustíveis divulgou nota a seus associados informando da medida e também orientando sobre a forma de proceder. O documento instrui que os revendedores “façam as alterações e, ainda, verifiquem junto às empresas de manutenção das bombas de abastecimento instaladas no posto sobre o procedimento adequado para cada modelo a fim de realizar as correções, tanto nas bombas quanto nos painéis de preços, com antecedência ao prazo fixado na resolução.” 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;